Polícia faz operação contra a milícia na exploração construção irregulares na Gardênia Azul

0
49


A Polícia Civil deflagrou uma força-tarefa, na manhã desta terça-feira, dia 24, para combater a ação da milícia na exploração de construções irregulares na Gardênia Azul, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Pelo menos 50 agentes cumprem 23 mandados de busca e apreensão em 22 endereços ligados ao grupo criminoso. Um dos locais é a residência de um empresário no Condomínio Rio 2, na Barra da Tijuca. Na ação, que tem o objetivo de apurar a prática de crimes ambientais, parcelamento irregular ou clandestino de solo urbano e lavagem de dinheiro, não há nenhum mandado de prisão expedido pela Justiça.

Segundo as investigações, a organização criminosa usava laranjas para ficarem a frente das construções. Depois que ficavam prontas, as unidades eram vendidas pelo preço de R$150 mil, podendo o lucro chegar a cifra de R$3,6 milhões só com dois prédios.

LEIA: Decisão de transformar UPPs do Alemão e Penha em batalhões não sai do papel há três anos

Decisão de transformar UPPs do Alemão e Penha em batalhões não sai do papel há três anos s

Conforme a Polícia, as construções são erguidas sem nenhum comprometimento com projetos de engenharia, arquitetura ou urbanístico, muito menos há a preocupação de estabilizar o terreno. A área total ocupada é de 10.000 m2, sendo que 7.000m2 de área desmatada para a realização das construções.

A polícia cumpriu 23 mandados de busca e apreensão em residências na Zona Oeste do Rio Foto: Reprodução/TV Globo

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), com apoio de equipes policiais do DGPE, busca apreender armas, telefones, computadores, bens e valores, e identificar colaboradores com a milícia. Conforme a polícia, as investigações prosseguem com o objetivo de identificar os participantes e decretar da prisão cautelar de todos os envolvidos.

VEJA: Manifestantes fazem protesto antirracista em Belford Roxo contra morte de João Alberto

Polícia Civil prende quadrilha especializada em aplicar golpes em turistas no Galeão

Polícia pede a prisão de mais dois suspeitos pela morte do contraventor Fernando Iggnácio



Fonte: Fonte: Jornal Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui