PM faz operação em comunidade de Nova Iguaçu invadida por traficantes e destrói barricadas

0
120


Policiais militares fizeram uma grande operação, na manhã desta terça-feira, para impedir que traficantes do Morro do Castelar, em Belford Roxo, se instalem na comunidade Morro da Bacia, no bairro Ambaí, em Nova Iguaçu. O tenente-coronel Marco Antônio Melo, comandante do 20ºBPM (Nova Iguaçu), disse a ação foi planejada após receber denúncias de moradores sobre a presença ostensiva de homens armados na comunidade e a instalação de barricadas em várias ruas.

Na chegada dos policiais, houve um breve confronto entre policiais e traficantes, mas não houve feridos. Um homem, com uma réplica de pistola, foi preso.

— Montamos essa ação hoje, com o apoio do 15ºBPM (Duque de Caxias), para impedir que esses bandidos instalem bocas de fumo na comunidade. O policiamento está reforçado na região. Manteremos as ações policiais intensificadas no local, por tempo indeterminado, visando manter a paz no local — disse o comandante.

Moradores relatam uma rotina de medo desde que os traficantes começaram a circular pela comunidade. Um morador, que pediu para não ser identificado por temer represálias, relata como foi a chegada dos bandidos de Belford Roxo:

— Na semana passada, um caminhão chegou aqui na Bacia com muitos homens armados dentro. Eles chegaram durante a noite. Quando saíram do veículo, falavam alto para avisar que que estavam vindo do Morro do Castelar para tomar a localidade conhecida como Bacia . Encheram as ruas de barricadas. Isso é um absurdo. Tiraram o direito dos moradores de ir e vir. Ficamos reféns dessa situação.

Retroescavadeira é usada para destruir barricada instalada por bandidos no Morro da Bacia Foto: Divulgação/PMERJ

Retirar as barricadas era um dos principais objetivos da ação da Polícia Militar, que teve apoio de carro blindado, além de retroescavadeira e caminhões. Os obstáculos eram feitos de manilhas de concreto, galhos de árvores e tudo que os bandidos pudessem colocar para impedir a entrada de carros da polícia na região.

— Esse cenário de mudança, ocorrido em poucas semanas, deixou os moradores da comunidade assustados. O Morro da Bacia é um local que não tinha presença de um tráfico forte. Quem mora aqui começou a ver isso mudar e ficou temeroso — avalia o coronel Marco Melo.

Morador antigo do Morro da Bacia, José (nome fictício) é pai de um menino de 10 anos. Desde a invasão dos traficantes, a criança está proibida de brincar na rua, o que fazia parte da rotina:

— Aqui era um bairro tranquilo. Meu filhos e os amiguinhos estavam acostumados a brincar na rua. Agora vivemos uma rotina de medo. A violência chegou na porta da nossa casa. Tomara que as autoridades consigam recuperar essa área.

Locais como a Avenida Goiânia, Rua Yula e Buraco do Boi receberam reforço no policiamento. Segundo o comandante, o policiamento ostensivo permanecerá.

O tenente-coronel Marco Melo assumiu comando do 20ºBPM, que atende as municípios de Mesquita, Nova Iguaçu e Nilópolis, há 40 dias. Antes, Melo esteve dois à frente do 15ºBPM (Duque de Caxias). O comandante, que tem 26 anos como militar, é bacharel em Direito e mestre em Gestão pela Universidade Federal Fluminense (UFF).



Fonte: Fonte: Jornal Extra