Pastores são investigados por desvio de milhões de reais em dízimo da Igreja Universal

0
233

Igreja Universal é condenada a pagar R$50 mil para pastor obrigado a fazer  vasectomia em BH - Gerais - Estado de MinasDoze pastores que atuaram na Igreja Universal do Reino de Deus, no Distrito Federal (DF), estão sendo investigados pela Polícia Civil por conta de um suposto esquema de desvio de dízimo da instituição. Conforme divulgado pelo Metrópoles no sábado (9), a suspeita é de que o valor desviado seja cerca de R$ 3 milhões.

A reportagem conta que a denúncia partiu da direção da própria Universal, que demitiu os 12 suspeitos. A situação agora é apurada pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor).

A liderança do grupo de pastores seria de Nei Carlos dos Santos, responsável por diversos templos no DF. As suspeitas ao redor de Nei aumentaram em virtude de carros e um apartamento de luxo supostamente adquiridos por ele em Brasília, com valor incompatível com o salário recebido da Universal.

Os investigados teriam aberto empresas de fachada na capital brasileira, além dos estados de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina, a fim de lavar o dinheiro do desvio. Um inquérito foi instaurado, no entanto, a Polícia Civil não dá maiores informações, já que as investigações ainda são incipientes.

Todas as nossas reportagens estão em constante atualização. Quem entender (pessoas físicas, jurídicas ou instituições) que tem o direito de resposta acerca de quaisquer de nossas publicações, por ter sido citado ou relacionado a qualquer tema, pode enviar e-mail a qualquer momento para [email protected]