Pastor é preso no RJ por prática de relações sexuais com vulneráveis em igreja

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Nesta quarta-feira (22), um pastor da igreja Assembleia de Deus foi preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. De acordo com as investigações da 6ª DP (Cidade Nova), o religioso foi acusado de praticar relações sexuais com vulneráveis dentro das dependências da igreja. Depois da prisão, ele foi encaminhado para a sede da Secretaria de Administração Penitenciária, onde ficará a disposição da Justiça.

O líder religioso chamado Leandro de Castro, atuava como pastor em mais de uma unidade da igreja, nas comunidades da Coroa e São Carlos, na região central da cidade, e no Turano, na Tijuca, Zona Norte.

As investigações iniciaram por meio de depoimentos de várias vítimas. Após cruzamento de dados e monitoramento do Setor de Inteligência, foi cumprido o mandado de prisão preventiva que estava em aberto contra o pastor, que era foragido.

Além disso, ele também foi denunciado por rufianismo, ou seja, seria tirar proveito de prostituição alheia, participando diretamente de seus lucros ou fazendo-se sustentar por quem a exerça. Além de satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente.

Fonte: Arquivo de Policial