Novo secretário fala da segurança que ‘não dorme’ em Curitiba com soluções digitais

0
13


O novo comandante da  Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, o coronel da reserva da Polícia Militar Péricles de Matos disse que o desenvolvimento de funcionalidades digitais e a ampliação das atividades de segurança com o amparo da Muralha Digital serão o foco de trabalho na pasta.

Cel. Péricles de Matos é o novo secretário de defesa Social e Trânsito de Curitiba. Ele deu entrevista à Banda B nesta segunda-feira – Foto Banda B

“É a ‘cidade que não dorme’, que faz parte do plano de governo do prefeito Rafael Greca para este novo mandato. Um conceito que surge das ‘cidades inteligentes’ com soluções digitais que convergem para prestação de serviços à população dentro de um futuro sustentável. As ações vão desde a intensificação da Lei da Maria da Penha, passando pela pandemia, expansão da Guarda, agregando vários serviços, sem perder o foco no aspecto humano”, afirmou.

O projeto da Muralha Digital – inserido na proposta “Cidade que não dorme” do plano de governo – inclui a aquisição, durante os últimos quatro anos de sua gestão, de equipamentos e armamentos modernos, investimento feito também com o aumento do efetivo da corporação.

“O mundo pós-pandemia é hiperconectado. Estamos vivendo uma transformação digital em todos os aspectos da nossa civilização e precisamos de soluções digitais que satisfaçam as necessidades de segurança que a cidade moderna gera para o morador que nela está”, enfatizou o secretário.

Ele ressaltou que as cidades que enveredam pela aplicação do conceito de cidades inteligentes têm melhora entre 10% e 40% em todos os aspectos da gestão pública.

“Conseguem reduzir tempo do ônibus, baixar em até 30% as ocorrências de segurança pública. A saúde, a educação e toda a prestação de serviço da administração pública são melhoradas”, acrescentou ele.

Moradores de rua

O secretário enfatizou que também será intensificado o trabalho junto aos moradores de rua. “Este é um problema social que afeta todas as grandes cidades do mundo. Curitiba tem enfrentado esta situação pelo aspecto humanitário com convencimento e oportunidades para esta população. O projeto ‘Nova Morada, Nova Vida”, atendeu entre 2019 e 2020, um total de 1.148 pessoas em situação de rua e conseguiu inserir 221 no mercado de trabalho. Só em janeiro, atendemos 223 pessoas. vamos reforçar este trabalho”.

Trânsito

Dentro das ações de trânsito, o cel. Péricles afirmou que o principal objetivo é harmonizar a relação entre pedestres e motoristas.”Temos uma redução de 46,4% no número de mortes no trânsito de Curitiba de 2011 a 2018. Esta é uma vitória a ser celebrada. Os números parecem frios, mas quando vemos que poupamos uma vida que pdoeria ser de um parente, de um amigo, eles ganham mais sentido. Vamos ampliar este esforço para que a relação entre pedestres e motoristas seja harmônica”.

Perfil

Após 36 anos a serviço da Polícia Militar do Paraná, o coronel Péricles de Matos foi para a reserva da corporação na última sexta-feira (12/2), quando transmitiu o cargo de comandante-geral para o coronel Hudson Leôncio Teixeira (este, também presente na solenidade de posse do secretário nesta segunda-feira).

Natural de Irati, Péricles de Matos tem 54 anos. Foi aluno do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva e ingressou na Polícia Militar em 1986. Concluiu o curso de formação de oficial no ano de 1988. Em 2004 fez o Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais e, em 2009, o Curso Superior de Polícia.

Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), recebeu diversas condecorações e atuou nas seguintes unidades: comando da 5ª Companhia do 17º Batalhão de Polícia Militar, em Almirante Tamandaré (1986); comandante do Comando de Operações Especiais (1991/1996); chefe da Subseção da 2ª Seção do Estado Maior (1998); Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (2004/2005); 16º Batalhão de Polícia MIlitar (2006); Grupo Águia (2007); criador da Força Samurai (2008); 19º Batalhão de Polícia Militar (2009); chefe da Agência Central de Inteligência (2010); assessor militar da Secretaria de Estado da Segurança Pública (2011); 6º Comando Regional da Polícia Militar (2012/2013); subcomandante-geral da PM (2014) e 1º Comando Regional da Polícia Militar (2015/2018).

Até assumir o cargo de comandante-geral da Polícia Militar, era comandante do 1º Comando Regional da PM. Tem cursos de especialização nacionais e internacionais, como o de Ações Táticas Especiais; de Operações Especiais, pela Policia Nacional da Espanha; Negociador Policial, pela Embaixada dos EUA e de Contraterrorismo, pelo Batalhão de Ações Táticas Especiais da PM de Minas Gerais. Foi instrutor de outras dezenas de capacitações.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui