Nova vítima procura a polícia e diz que ‘serial killer’ de homossexuais quase o matou, diz delegada

0
19


O serial killer, suspeito de três latrocínios contra homossexuais, ocorridos entre os dias 16 de abril e 4 de maio deste ano, em Curitiba, José Tiago Correia Soroka, está sendo investigado pela tentativa de um quarto homicídio com as mesmas características em novembro de 2018, no bairro Capão Raso, também na capital paranaense. Além desse quarto caso, a Polícia Civil ainda investiga a participação dele em um outro crime.

Divulgação/ PCPR

As informações são da delegada-chefe da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Camila Cecconello, em entrevista à Banda B, nesta quarta-feira (19).

“Colhemos o depoimento de uma pessoa que disse que foi vítima desse mesmo golpe e tentativa de homicídio, em novembro de 2018, aqui em Curitiba”, disse a delegada, explicando que essa vítima resolveu procurar a polícia após a divulgação das imagens do suspeito.

Esta vítima da tentativa de homicídio também se declarou homossexual e diz que conheceu o suspeito por meio de um aplicativo de relacionamento.

‘Serial killer’ tem matado um homossexual por semana no PR e SC, diz polícia

Delegada Camila Cecconello – Foto: Djalma Malaquias

Outro homicídio

O outro crime que Soroka tpode ter participação ocorreu em abril de 2021, no bairro Lindóia, de Curitiba.

“Mas ainda não podemos confirmar a participação desse serial killer neste caso porque precisamos de mais imagens e análises da perícia”, explicou a delegada.

A vítima foi morta ao lado de uma quantidade de drogas, mas pode ter sido morto nas mesmas circunstâncias. Essa vítima, também homossexual, seria conhecida do suspeito.

A delegada reforçou, por fim, que as buscas pelo suspeito prosseguem.





Fonte: Banda B