Mulher é morta a facadas e corpo é encontrado em marquise de sorveteria em Curitiba

0
14


Uma mulher de 35 anos foi morta com golpes de faca durante a madrugada desta terça-feira (13), no bairro Tatuquara, em Curitiba. Moradores da região encontraram o corpo após ver sangue na frente de uma sorveteria.

De acordo com informações apuradas no local, a vítima seria moradora de rua e costumava dormir embaixo da marquise deste comércio. O companheiro dela foi detido como suspeito. Ele foi ao local do crime com alguns outros colegas para ver o corpo.

Vizinhos escutaram gritos durante a madrugada. Foto: Djalma Malaquias/Banda B.

O tenente Cavalli – do 13º Batalhão da Polícia Militar – contou à Banda B que a polícia chegou em apenas quatro minutos no local, mas ela já estava morta.

“Nós recebemos esse chamado de que havia uma mulher aparentemente esfaqueada em um estabelecimento comercial. Imediatamente deslocamos uma viatura até o local. Até a chegada da viatura ao local, demorou 4 minutos pra chegar ao local, mas ela já estava em óbito”

Explicou o tenente Cavalli.

De acordo com o tenente, o marido foi detido pelas constantes brigas que tinha com a mulher, o que o torna um suspeito.

“Ele foi detido aqui, pois segundo populares ambos estavam em situação de rua e aconteciam brigas constantes”.

Contou o tenente.

Moradores

De acordo com moradores da região, o casal era conhecido na região e as brigas eram constantes. Uma moradora disse à Banda B que eles sempre brigavam. “Eu conhecia de vista, pois eles são andarilhos e passavam pedindo as coisas. Eles viviam aqui no mercado, na frente, na esquina da minha casa, ficavam no toldo. Eles sempre brigavam. A dona da sorveteria pediu para eles não dormirem mais ali e hoje ela acordou com esta tragédia”, contou à Banda B.

Joceli lamenta que após os gritos ninguém teria feito nada.

“Teve gente que escutou grito e não foi pra fora. Se fosse eu, teria escutado e saído pra fora”.

Lamentou.

O marido foi detido para ser interrogado pela Polícia Civil.





Fonte: Banda B