Mulher é abusada e tem celular roubado por suposto técnico que encontrou na internet em Curitiba

0
23


Uma mulher foi abusada e roubada por um suposto técnico especializado no conserto de celulares, nesta segunda-feira (15), em Curitiba. A vítima encontrou o profissional pelo Facebook e acabou tendo o smartphone e o cartão de crédito levados pelo criminoso, além de ter sofrido a violência sexual.

“Eu precisava consertar meu celular que estava com a tela trincada. Aí fomos no Marketplace do Facebook procurar alguém que trabalhasse com isso. Cheguei até esse indivíduo que disse trabalhar em uma loja que estava fechada e precisaria atender aqui em casa. Ele foi até minha casa e disse que precisava entrar para usar uma mesa. Ele abriu o celular, falou que era um problema na tela e que ia precisar levar o aparelho”, relatou a vítima à Banda B.

Foto: Arun Sankar/AFP

O celular seria devolvido pelo técnico até as 14h do mesmo dia. Ele retornou à residência apenas por volta das 16h30, sem ainda ter concluído o conserto. Por conta da demora, a mulher desistiu do serviço, mas o homem teria insistido.

Abusada

“Eu falei que não precisava mais. Perguntei quanto seria a viagem que ele fez, que eu iria pagar, mas ele disse que não deixava serviço pela metade. Nisso fui buscar meu cartão pra pagar, ele veio atrás e entrou na minha casa, sentou na mesa e fingiu que estava arrumando o celular. Ele pediu um copo de água, eu fui dar a água pra ele e ai ele me pegou por trás, me virou, falei pra ele me soltar, tentou abusar de mim, empurrei ele e saí lá pra fora”, contou a vítima, bastante emocionada.

Na sequência, o suposto técnico teria exigido o pagamento pelo trabalho. A mulher se negou, já que o aparelho ainda não havia sido consertado. Então, o homem pegou uma ferramenta que estava usando no conserto e enfiou com força na lateral da barriga da vítima, de acordo com relato dela. “Ele foi violento e eu acabei dando a senha do cartão pra ele. Ele levou o celular também e mandou mensagem para alunos de onde eu trabalho se passando por mim, pedindo dinheiro”, revelou a mulher.

O criminoso ainda teria tentado efetuar movimentações financeiras com as contas bancárias da vítima, porém sem sucesso.

“Foi um trauma muito grande pra mim. Não consigo nem voltar pra minha casa com medo de que algo de ruim possa acontecer comigo e com minha família. Estou desesperada, torcendo pra que descubram quem ele é e que ele não faça outras vítimas”, concluiu.

A polícia investiga o caso. Qualquer informação sobre a identidade do criminoso e relatos de outras vítimas do mesmo crime devem ser levados às autoridades policiais.



Fonte: Banda B