MP mira Ronnie Lessa e Rogério de Andrade em operação contra casas de apostas

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


O Ministério Público do Rio (MPRJ) deflagrou na manhã desta terça-feira a Operação Calígula, contra o contraventor Rogério de Andrade, o PM reformado Ronnie Lessa — réu pela morte da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes — e outras 27 pessoas.

Até agora, cinco pessoas já foram presas. De acordo com as investigações, Rogério e Ronnie abriram casas de apostas e bingos na Zona Oeste do Rio pelo menos desde 2018.

Agentes da Polícia Militar e Civil também são alvos dos mandados. Entre eles, os delegados Marcos Cipriano de Oliveira Mello e Adriana Cardoso Belem. Foram denunciadas 30 pessoas pelos crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Rogério Andrade, sobrinho de Castor, teve a prisão decretada pela Justiça por morte de Fernando Iggnácio Foto: Agência O Globo

De acordo com as denúncias oferecidas pelo MPRJ, Rogério e o filho, Gustavo Andrade, comandam uma estrutura criminosa organizada, voltada à exploração de jogos de azar não apenas no Rio de Janeiro, mas em diversos outros estados.



Fonte: Fonte: Jornal Extra