Motorista envolvido em assédio a ciclista é preso preventivamente; delegado aponta contradição no depoimento

0
19


O motorista do carro envolvido no assédio à ciclista Andressa Lustosa, em Palmas, no Paraná, foi preso preventivamente pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (30). Ele havia se apresentado à delegacia na quarta-feira (29), onde prestou depoimento e confirmou que o carona teve a intenção de tocar o corpo da mulher.

Foto: Reprodução

Apesar de confirmar a intenção do carona, ele nega que tenha aproximado o carro da vítima para facilitar o ato, como explicou o delegado Felipe Silva, responsável pelas investigações do caso.

“Há uma contradição na fala desse condutor do veículo, pois ao mesmo tempo que ele diz que o outro tinha a intenção de passar a mão, porque o carona comentou com ele que queria passar a mão na menina, ele disse que não encostou o veículo para que o carona fizesse isso. Ele afirma que queria passar para a faixa da direita para que outro veículo que estava na esquerda, e em maior velocidade, pudesse passar”, contou o delegado.

O motorista e o carona estão presos preventivamente sem prazo definido para soltura e ambos responderão pelos crimes de importunação sexual e lesão corporal qualificada. Todos os quatro ocupantes do veículo envolvido já foram ouvidos pela polícia. Um deles, que é menor de idade e irmão do motorista, também confirmou a intenção do carona à polícia, assim como o outro passageiro que estava no banco de trás.

Na manhã desta quinta-feira, foram ouvidas duas testemunhas do ocorrido que socorreram Andressa assim que ela caiu no chão ao ser tocada.

“Foi muito esclarecedor o relato de um deles, inclusive informando que o veículo ao se aproximar da ciclista acabou diminuindo bastante a velocidade com o intuito realmente de que o carona pudesse executar o ato de passar a mão na vítima”, afirmou Silva.

O inquérito policial sobre o caso deve ser concluído amanhã (01) ou até o início da semana que vem.





Fonte: Banda B