Morador de Piraquara vai passar virada de ano em Itapoá e desaparece misteriosamente

0
210


Um morador de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, foi passar a virada de ano em Itapoá, no litoral de Santa Cantarina, e desapareceu antes mesmo da noite de Réveillon. A família de Felipe Elias, de 23 anos, não tem notícias dele desde o dia 28 de dezembro.

Morador de Piraquara vai passar Ano-Novo em Itapoá e desaparece misteriosamente
Felipe Elias, de 23 anos.
Foto: Arquivo de família.

Nesta data, ele teria deixado o local onde estava com a namorada e mãe do filho dele, após um desentendimento entre o casal, de acordo com relatos da própria moça para a família do rapaz.

“Ela mandou mensagem pro tio dele dizendo que haviam brigado e que o Felipe tinha vindo pra Curitiba. Só que ninguém tem informação dele. A gente já se deslocou pra tudo quanto é lugar, já ligamos pra hospital, IML, fomos fazer reconhecimento de corpos”,

afirmou Jéssica Vanessa da Silva dos Santos, prima do desaparecido.

De acordo com a companheira de Felipe, ele teria levado os documentos ao sair.

A prima revelou ainda que, no dia 1º de janeiro, outro tio de Felipe, morador de Rio Negro, foi até o litoral catarinense para registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil de Itapoá. Além das buscas feitas no local, a família também divulgou fotos do jovem nas mídias sociais.

Nesta segunda (3), outros familiares do morador de Piraquara foram até Itapoá, para acompanhar de perto o trabalho da polícia civil.

Uma das hipóteses levantadas pelos parentes de Felipe é de que o rapaz tenha sido vítima de crime de latrocínio (roubo seguido de morte). “Ele foi com dinheiro pra lá”, disse Jéssica.

E, desesperada, emendou:

“A gente não sabe mais o que fazer.”

Dias antes do desaparecimento

Felipe mora com a companheira e o filho no Jardim Bela, em Piraquara. O rapaz passou o Natal com familiares, na região de Curitiba. No dia 25 de dezembro, foi levado pelo tio para a rodoviária da capital, para pegar o ônibus até Itapoá.

Informações sobre o caso

A Delegacia de Polícia de Itapoá atende pelo telefone (47) 3443-3020.



Fonte: Banda B