Menina pede ajuda à mãe depois de agressões do namorado: “Preciso ir embora, mas ele não deixa”

0
16


O pedido de socorro de uma adolescente, de 14 anos, enviado por mensagem de celular à própria mãe permitiu à Polícia Civil prender um jovem, de 21, em flagrante nesta sexta-feira (26), no bairro Ganchinho, em Curitiba. Ele seria namorado da vítima que na mensagem (veja abaixo) relata agressões e que estava presa após sair para vender balas na região Sul da capital.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Na mensagem, com medo do namorado, a garota pede que a mãe responda apenas com um coração. “Mãe não responde essa mensagem. Para o ???? não ver. Preciso ir embora, quero ir faz tempo, mas ele não deixa. Ontem nós brigamos e ele me agrediu quando falei que queria terminar. Não sei mais o que eu faço. Preciso terminar com ele. Hoje nós fomos vender bala do lado do ????. Não responde por favor, assim que ler mande um coração”, diz a adolescente na mensagem.

Em entrevista à Banda B, a delegada Patrícia Paz, do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), revelou que o relacionamento da menina com o jovem não é recente. Além disto, outros episódios de violência entre os dois já foram registrados.

“O rapaz já foi preso por outra situação com ela, mas naquela época a menina era uma criança e tinha 12 anos. Entre os pedidos de socorro, a vítima sempre diz que tenta terminar o relacionamento, mas o jovem faz diversas ameaças e ela teme pela vida”, pontuou.

A delegada alerta aos pais sobre relacionamentos abusivos entre jovens. Segundo ela, é importante que as denúncias sempre aconteçam para que a Polícia Civil realize seu trabalho.

“É muito importante orientá-los nestes casos específicos, seja com adolescentes ou maiores de idade, que confiem no trabalho da Polícia Civil. O agressor pode fazer várias ameaças, mas a sociedade deve fazer o boletim de ocorrência e nós tomaremos as medidas para cessar estas agressões”, alertou Patrícia.

O jovem deverá responder pelos crimes de injúria e agressão contra a mulher.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui