Mais de 20 pessoas são levadas à delegacia após polícia fechar rinha de galos na RMC; vídeo

0
29


A Polícia Civil resgatou 51 aves de uma rinha de galos localizada no bairro Campo Largo da Roseira, em São José dos Pinhais (RMC). A ação feita pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), com o apoio de ONGs de proteção aos animais, flagrou mais de 20 pessoas no local no momento em que os animais estavam no ringue na tarde deste sábado (19). Todos foram encaminhados à delegacia.

 

Investigadores da Meio Ambiente flagram o momento do crime. Foto: Daniela Sevieri/Banda B

 

A operação envolveu mais de 40 policiais e um helicóptero da Polícia Civil. No local, muitos animais foram encontrados em estado grave, sendo alguns mutilados e outros mortos. Segundo o delegado Matheus Laiola da DPMA, pessoas que já se envolveram, e foram presas, pelo mesmo crime estavam participando novamente da rinha.

 

O local onde os animais eram forçados a brigar. Foto: Daniela Sevieri/Banda B

 

“Chegamos no momento da rinha e conseguimos captar imagens dos duelos entre os animais. Inúmeros presos que serão autuados pelos crimes de formação de quadrilha, maus tratos e também promover jogo de azar”, destacou à Banda B.

Resgate

A ONG SOS 4 Patas é uma das instituições que auxiliou o trabalho da Polícia Civil. A diretora Mariane Mazon explicou que é muito triste presenciar uma situação como esta e ver os animais muito debilitados. “Alguns provavelmente não vão resistir, então é uma situação muito triste porque eles ganham dinheiro em cima da violência dos animais que estão se machucando, brigando”, comentou.

 

Local servia como uma mini arena e várias pessoas foram levadas à delegacia. Foto: Daniela Sevieri/Banda B

 

A opinião é compartilhada da colega, presidente da ONG Força Animal, Danielly Savi. “Tem mais de 10 animais mutilados, passando por vários processos de dor e cicatrização. Eles terão que ser medicados, internados e a gente precisa de ajuda”, explicou.

Os animais resgatados serão distribuídos entre as ONGs onde serão tratados e recuperados. Para ajudar as instituições, entre nas redes socais da SOS 4 Patas e ONG Força Animal para verificar mais informações.

Vídeo

A repórter Daniela Sevieri esteve no local e acompanhou o trabalho dos policiais.





Fonte: Banda B