Mãe se revolta com estupro dos filhos, pega martelo e quebra casa de suspeito na RMC

0
12


Após ter os filhos estuprados supostamente por um conhecido, uma mãe, indignada, quebrou toda a casa do homem com um martelo e o agrediu, no bairro Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. O caso aconteceu há 22 dias, mas só agora que a mãe entrou em contato com a redação da Banda B. Os meninos, de 6 e 8 anos, teriam sido estuprados quando a mãe saiu de casa para ajudar uma tia que estava com pressão alta. Um laudo do Hospital Pequeno Príncipe concluiu que realmente aconteceu o abuso contra os dois.

Imagens: Arquivo Pessoal.

A mãe – que não identificaremos para proteger a identidade das crianças – relata que recebeu uma ligação no fim da noite do dia 22 de setembro com um pedido de ajuda e teve que deixar os meninos sozinhos em casa. Porém, ela não imaginava o que estava por vir.

“Meus filhos estavam dormindo. Minha tia me ligou e perguntou se eu tinha ido pro trabalho. Ela me pediu uma ajuda, pois estava com pressão alta. Chegando na casa dela, fiquei até 2 horas da manhã. Quando eu retornei, por volta das 4 horas, veio um amigo da minha tia e eu perguntei o que ele estava fazendo lá. E ele me perguntou o que eu estava fazendo. Ele me pediu dinheiro”.

Detalhou a mãe à reportagem da Banda B na manhã desta quinta-feira (14).

No dia seguinte, sem entender o que aconteceu na noite anterior, a trabalhadora foi conversar com as crianças, foi aí que se surpreendeu com o relato que ouviu. Revoltada, foi até a casa do conhecido e o agrediu.

“Pela manhã, meus filhos relataram que foram abusados por esse conhecido. Eu fui na casa dele e bati nele. Fui na casa dele com martelo e destruí a casa”, descreveu.

Após o episódio, a mulher ainda levou os filhos para fazer exame de corpo de delito. “Fiz o BO, fizemos o corpo de delito no Hospital. Deu estupro. Um dos meninos está machucado. No outro, ele concluiu o estupro”, afirmou ela.

Como o caso ainda está sendo investigado, a reportagem não colocará a foto do suspeito.

Polícia Civil

A Banda B entrou em contato com a Polícia Civil para saber o andamento das investigações do caso e aguarda retorno.





Fonte: Banda B