Laboratório de drogas sintéticas é encontrado pela polícia em Guaratuba

0
25


Um laboratório de drogas sintéticas foi encontrado, em Guaratuba, no litoral, pelas polícias militares do Paraná e de Santa Catarina durante uma operação integrada, na manhã desta sexta-feira (14). Ao todo, três pessoas foram presas.

Laboratório de drogas sintéticas
Foto: PM-PR

Segundo a PM-PR, foram apreendidos quase 30 quilos de MDMA (droga alucinógena) e mais de 700 comprimidos de ecstasy.

“O prejuízo estimado é de R$ 7 milhões ao crime organizado graças a uma cooperação interestadual do Paraná e Santa Catarina. Importante lembrar que estes grupos, certamente, visavam o Carnaval para fazer a redistribuição desta droga. Com a apreensão, evitamos que este comércio criminoso ocorresse”, avalia o comandante do 1º Comando Regional da PM, coronel Renato de Oliveira Ribas Filho.

Prisões

No laboratório, foram encontrados três homens e um caderno com anotações sobre a movimentação financeira do grupo. Além disso, as equipes policiais apreenderam 29,4 quilos de MDMA, três celulares, sete balanças de precisão, substâncias usadas no beneficiamento das drogas, 712 comprimidos de ecstasy e R$ 2.149,00 em dinheiro. Um dos suspeitos presos estava com uma CNH falsa.

“Nesta época recebemos milhares de visitantes no Litoral e estes grupos querem aproveitar a oportunidade para ampliar o comércio de drogas. No entanto, nosso trabalho é diário no combate a este e outros crimes”, afirma Ribas.

Denúncia sobre o laboratório

Ao receber as informações da Inteligência da PM de Santa Catarina sobre a atividade de um grupo criminoso que beneficiava drogas sintéticas para serem comercializadas em todo o Litoral do Estado, a PM do Paraná, por meio da Diretoria de Inteligência, solicitou o pedido de um mandado de busca e apreensão ao Poder Judiciário.

Com apoio do Ministério Público na emissão do documento, as equipes policiais dos dois estados se integraram para desencadear a abordagem ao local onde ficava o laboratório, em uma chácara na localidade conhecida como Rio do Cedro, região rural de Guaratuba.

A ação contou com integrantes do Bope, da Agência Regional de Inteligência do 1º Comando Regional da PM (1º CRPM) e do Serviço de Inteligência da PM do Paraná, além de policiais militares catarinenses.



Fonte: Banda B