Jovem sofre assalto em estação-tubo e suspeito é preso após agressões

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Uma universitária, de 22 anos, foi vítima de um assalto, no início da tarde desta terça-feira (12), em uma estação-tubo na Linha Verde, em Curitiba. O suspeito pelo crime, que teria furtado o celular da jovem, foi perseguido por passageiros e preso por policiais militares.

À Banda B, a jovem, que preferiu não se identificar, relatou que foi atacada pelo homem enquanto estava sentada dentro da estação-tubo Fanny. Segundo ela, o suspeito também parecia aguardar o transporte coletivo.

“Como eu estava sentada com a bolsa no colo, ele veio para cima de mim e tentou pegá-la. Eu segurei a bolsa e ele, então, puxou meu celular que estava na minha mão”, iniciou.

Universitária estava sentada dentro da estação-tubo quando foi surpreendida pelo criminoso — Foto: Reprodução/Google Street View

Já com o celular dela em mãos, o homem teria corrido para fora da estação-tubo, e a vítima teria o perseguido.

“Ele foi para fora, eu segurei ele e comecei a gritar. O pessoal que estava dento do tubo foi atrás dele. Ele chegou a me empurrar e eu caí no cão”, continuou.

Os passageiros que testemunharam o assalto agrediram o suspeito, de acordo com a jovem. Durante as agressões, uma viatura da Polícia Militar passou pelo local e flagrou a confusão.

“O pessoal foi atrás dele e conseguiu recuperar meu celular. Nisso, uma viatura que estava passando [pelo local] abordou ele”, disse.

Suspeito pelo crime será encaminhado à Central de Flagrantes, em Curitiba — Foto: Marcelo Borges/Banda B

Ferido, o suposto assaltante foi encaminhado ao Hospital Trabalhador e, em seguida, deve ser encaminhado à delegacia.

Violência

No dia 24 de março, Samantha Mantovani Muniz, de 35 anos, foi morta a facadas dentro de um ônibus da linha Centenário/Campo Comprido, no bairro Mossunguê, em Curitiba. O veículo do transporte coletivo estava parado em um estação-tubo no momento em que o crime foi cometido.

Testemunhas que estavam no veículo afirmaram à Banda B que o crime ocorreu após uma discussão sobre um suposto furto. Um vídeo registrado por um passageiro mostra o momento em que Samantha foi esfaqueada.

Samantha Muniz não resistiu aos ferimentos após ser atingida por um golpe de faca no pescoço — Foto: Reprodução/Facebook

Horas após o crime, o principal suspeito, Wesllen Vitorino de Araújo Silva, de 23 anos, foi preso. Ele já havia sido preso por um homicídio, em 30 de setembro do ano passado, após ter assassinado um vizinho esfaqueado.

Quatro dias depois de Samantha ser morta, uma passageira que estava em uma estação-tubo da Praça Carlos Gomes, na região central de Curitiba, foi agredida a socos depois de negar dinheiro a um “fura-catraca”.

Mulher agredida em estação-tubo na Praça Carlos Gomes sofreu ferimentos nas mãos, boca e nariz — Foto: Reprodução/Google Street View

De acordo com a própria vítima e testemunhas, o suspeito pulou a catraca da estação-tubo para pedir dinheiro aos passageiros. Após pedidos insistentes à vítima, que disse não ter dinheiro, ela foi agredida. O homem foi encaminhado à Central de Flagrantes, em Curitiba.





Fonte: Banda B