quarta-feira 24 fevereiro 2021 07:37:59
Início Na Mira da Lei Integrante de quadrilha de SP que planejava roubar empresário na RMC é...

Integrante de quadrilha de SP que planejava roubar empresário na RMC é preso; 5 morreram em confronto

0
13


Um integrante da quadrilha que deixou São Paulo e seguiu para a cidade de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, para cometer um roubo à uma residência, na última sexta-feira (8), que terminou em confronto com a polícia e cinco mortos, foi preso. O suspeito foi capturado em casa, na noite desta quinta-feira (14), no mesmo município onde o crime seria cometido.

De acordo com o tenente Rodrigues, da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móveis), o homem foi identificado durante esta semana e, após o monitoramento do local onde ele estaria, foi preso.

Foto: Eliandro Santana/Banda B

“Ele colaborou o tempo todo durante a prisão e acatou todas as ordens. Além dele, outros integrantes devem ser presos nesta semana”, afirmou Rodrigues à Banda B.

À polícia, o suspeito não quis comentar sobre quantas pessoas compõem a quadrilha especializada em roubos, mas afirmou que o crime seria praticado contra uma casa que teria bastante dinheiro e ouro.

De acordo com o tenente, ele estava com documentos falsos e, inclusive, teria um mandado de prisão em aberto por falsidade ideológica. Ao todo, o criminoso conta com três mandados de prisão contra ele.

Foto: Eliandro Santana/Banda B

Entre as apreensões na casa do suspeito há um carro usado no dia do crime, três celulares, uma pistola, munições, rádio, documentos falsos e fardas da Rone (Rondas Ostensivas de Natureza Especial).

Confronto e assalto planejado

O homem faz parte da mesma quadrilha a qual pertenciam os cinco suspeitos mortos durante dois confrontos com policiais da Rone na última sexta-feira (8), em São José dos Pinhais.

Foto: Colaboração

De acordo com a polícia, os criminosos teriam saído de São Paulo com o objetivo de assaltar um empresário na cidade da Região Metropolitana de Curitiba.

“Foram dois confrontos diferentes, mas relacionados à mesma situação. O que ocorreu é que eles se dividiram em dois carros e reagiram nas duas abordagens”, informou o tenente Cruz, do Bope (Batalhão de Operações Especiais), no dia do crime.

Sequestrador

Entre os mortos, estava o Ozélio de Oliveira, um criminoso condenado a 108 anos de prisão em decorrência de vários crimes e envolvido no sequestro do cantor gospel Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé Di Camargo & Luciano.

Wellington Camargo foi sequestrado no do dia 16 de dezembro de 1998, em casa, no Jardim Europa, em Goiânia, por quatro homens armados, e foi resgatado no dia 21 de março de 1999.

Sequestrador de Wellington Camargo é morto em confronto na RMCFoto: Reprodução

O sequestro de Camargo durou mais de três meses. Ele foi levado por homens armados de dentro de sua casa. Na madrugada do dia 13 de março de 1999, Wellington teve parte da orelha cortada e enviada para uma emissora de TV. Na época, exames confirmaram que a orelha era do músico.

Os criminosos pediram inicialmente US$ 5 milhões de resgate, mas reduziram para US$ 300 mil. O valor foi pago em 20 de março. No dia seguinte, Wellington foi deixado pelos sequestradores dentro de um buraco, a 150 metros de uma estrada, entre Goiânia e Guapó, na Região Metropolitana.

Três dias após o pagamento do resgate, no dia 23 de março de 1999, sete dos acusados de sequestrar o cantor foram presos em Campo Grande (MS), entre eles, Ozélio de Oliveira. Os outros três integrantes da quadrilha foram presos alguns dias depois.

Ozélio estava foragido desde 2018. Ele estava entre os 28 detentos que fugiram da Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP). Durante a fuga, criminosos fortemente armados explodiram um muro da penitenciária e resgataram os detentos.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui