Homem volta de viagem do feriado e encontra amigo morto nos fundos da casa; cena é de crime

0
233


Um homem foi encontrado morto nos fundos da casa onde morava de favor, na manhã desta quarta-feira (8), em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele foi identificado como Aldair José da Silva, tem 55 anos e é conhecido como “Titio”.

O corpo da vítima foi encontrada nos fundos de uma casa da Vila Maria Antonieta, em Pinhais.
Foto: Djalma Malaquias/Banda B.

O caso aconteceu na Rua Lázaro Moreira, na Vila Maria Antonieta. De acordo com as primeiras informações da Polícia Militar, Aldair estava seminu e tinha ferimentos no rosto. Para ele, há indícios de que o homem tenha sido vítima de homicídio. Foi encontrada uma faca em cima da cama que ele usava para dormir.

“Há marcas de sangue na parede e na cama do cidadão. O morador que cedeu a casa viajou no feriado e, quando retornou, encontrou ele em óbito na parte externa da casa. Tudo leva a crer que foi assassinato”

diz o cabo Michael, da PM.

O proprietário do imóvel onde Aldair morava contou para a reportagem da Banda B que a vítima não parecia ter inimigos e não sabe o que pode ter acontecido.

“Ele perambulava pelas ruas, tava sozinho e pediu pra ficar e foi ficando. Ele me ajudava um pouquinho”, disse João Cassiano.

Segundo o amigo de Aldair, ele era uma pessoa de bem e não parecia ter inimigos. “O portão aqui fica direto aberto. Ele é um cara gente boa, não mexia com ninguém, não tinha porque alguém querer fazer mal pra ele”, afirmou.

No fim de semana, o filho viu a cama suja de sangue, mas não chegou a localizar o corpo, que estava na parte externa, nos fundos da casa. “Achamos que podia estar na casa de um amigo, mas que iria voltar”, disse o amigo.

O ex-genro de Aldair, Armando Soares, confirmou que a vítima não era de se envolver em brigas.

“Ele sempre foi muito gente boa com a gente. Nunca brigava, era um cara tranquilo, trabalhava direto e gostava de tomar os golinhos dele, mais nada.”

A Criminalística foi acionada para periciar o local e a Polícia Civil investiga o caso.





Fonte: Banda B