Homem diz que surtou e matou idoso porque ele foi o primeiro a aparecer na sua frente: “Achei que era o diabo”

0
76


O homem que matou a facadas Idalicio Amede de Camargo, de 75 anos, disse em depoimento à polícia que sofre de esquizofrenia paranoide e teve um surto quando cometeu o crime. O caso aconteceu nesta terça-feira (6) em um condomínio na rua Laudelino Ferreira Lopes, no bairro Novo Mundo, em Curitiba.

O vizinho da vítima estaria há duas semanas sem tomar seus remédios e essa não teria sido a primeira vez que ele tem um surto. “Fazia duas semanas que eu não tomava meu remédio. Faz 13 anos que eu tomo. Tentei várias vezes, mas não consegui pegar no posto de saúde. Já surtei uma vez, fiquei 45 dias no hospital, mas na época não fiz nada. Agora infelizmente foi diferente”, explicou.

Foto: Reprodução*

Segundo relato do homem ao delegado, no dia do crime ele sofria com vários pensamentos negativos, não conseguia se concentrar em seu trabalho, até que deu de cara com o idoso, achou que ele era o diabo e partiu para o ataque com uma faca.

“Não conseguia me concentrar, vários pensamentos negativos, não conseguia fazer meu trabalho, daí chegou uma hora que não aguentei mais. Esse senhor abriu a porta, foi a primeira pessoa que apareceu na minha frente, achei que ele era o diabo. Fui pra cima dele, peguei uma faca e acertei ele. Tentei segurar, fui no limite, mas fiz uma merda, sou covarde, tentei fazer o meu melhor”, relato o homem na delegacia.

Ainda de acordo com o autor das agressões contra o idoso, por conta da doença e da falta dos medicamentos ele não conseguiu se controlar e evitar o ataque.

Foto: Eliandro Santana/Banda B

O idoso chegou a ser socorrido pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância. O autor das facadas segue preso.

*A Banda B optou por não revelar o rosto do suspeito em razão da possibilidade dele sofrer de algum problema mental. A hipótese ainda está sob investigação da polícia.





Fonte: Banda B