GM suspeito de disparo que matou jovem em tumulto no Largo da Ordem é afastado

0
21


O comando da Guarda Municipal de Curitiba anunciou, nesta segunda-feira (13), o afastamento imediato de suas funções do guarda suspeito de atirar contra o jovem Mateus Silva Noga, em tumulto no Largo da Ordem, em Curitiba, na noite do último sábado (11). O comunicado oficial foi feito pelo comandante da Guarda Municipal de Curitiba, Carlos Celso Santos Júnior.

“A Guarda Municipal afastou imediatamente o guarda municipal envolvido na ocorrência e está apurando com transparência e com muito rigor”, confirmou.

Foto: Colaboração

O comandante ressaltou que imagens de câmeras de segurança do local estão à disposição da corregedoria município, outros guardas serão ouvidos, além de demais testemunhas dos fatos registrados. De acordo com amigos, o disparo que matou o jovem foi de uma arma 12mm.

“Nós temos entorno de 15 dias para fazer esse processo todo pela corregedoria, mas acreditamos que o mais breve possível teremos novidades sobre os fatos. Existem duas investigações: uma criminal, que é feita pela Polícia Civil, e outra que é uma sindicância administrativa pela Guarda Municipal”, explicou o processo.

Segundo ele, todos os guardas municipais de Curitiba passam por treinamentos para usarem armamentos.

Noite de confusão generalizada

O sargento Cordeiro do Siate disse à Banda B que estava atendendo a adolescente quando, em seguida, chegou mais uma mulher ferida para ser atendida.

“A gente foi acionado para atender uma menor de 14 anos e a primeira informação que tivemos era de era uma vítima de agressão e quando chegamos no local percebemos que ela tinha ferimentos por arma de fogo. No momento, que estávamos atendendo chegou uma segunda vítima, uma mulher e uma terceira vítima que era um rapaz.”

Contou.

A noite de sábado foi marcada por confusão generalizada no Largo da Ordem e as mulheres não estavam na confusão e acabaram sendo atingidas, segundo Cordeiro.





Fonte: Banda B