Gamer com 5 milhões de seguidores é vítima de sequestro-relâmpago em São Paulo

0
13


A polícia procura mais um suspeito de ter participado do sequestro e extorsão do gamer e influenciador digital Arthur Ramos, de 22 anos, conhecido no jogo eletrônico Free Fire como “Crusher Fooxi”.

Reprodução/ Instagram

O jovem, que soma mais de 4,9 milhões de seguidores no Instagram, sofreu um sequestro-relâmpago junto à namorada e a sogra no dia 18 de agosto, na cidade de Pariquera-Açu (214 km de SP).

Segundo a polícia, o gamer foi surpreendido por dois criminosos ao chegar à casa da namorada. Eles foram rendidos, forçados a entrar no carro e conduzidos até São Paulo.

Durante o trajeto, foram obrigados a efetuar transferências via Pix, que totalizaram, aproximadamente, R$ 35 mil. Após as transações, os três foram abandonados dentro do carro na zona oeste da capital. Os sequestradores ainda levaram outros pertences das vítimas, como celulares e aparelho de som do carro, elevando o prejuízo a um valor estimado em quase R$ 100 mil.

“Também prendemos, no dia 24, mais um suspeito. Segundo nossas investigações, este teria sido responsável por vigiar a rotina de Arthur e passar para os comparsas, mas não estava presente durante o sequestro”, completa o delegado. Agora, a polícia procura o segundo homem que esteve dentro do carro com as vítimas.

Em sua conta em uma rede social, Arthur Ramos desabafou com seus seguidores. “Foi o pior dia da minha vida. Tomem cuidado com a nova onda de sequestros que está tendo aí. Eles te sequestram e te obrigam a fazer PIX. Aconteceu comigo ontem (dia 18).”

O caso do sequestro do gamer para exigir transferências via Pix se junta a muitos outros relatados nos últimos meses. Só na última semana, outras seis pessoas foram presas suspeitas de participarem de quadrilhas que têm praticado este crime na capital paulista e em cidades da Grande São Paulo.





Fonte: Banda B