Força-tarefa da Polícia prende gerente da Favela Inferninho, em Nova Iguaçu, ligado à narcomilícia

0
65


Uma força-tarefa da Polícia Civil fez uma operação contra a atuação da narcomilícia em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e prendeu o gerente geral da Favela do Inferninho, Maicon de Oliveira Nascimento, vulgo “Gordão”. O suspeito é acusado executar um desafeto e obrigar um motorista a retirar o corpo do local. O narcomiliciano tinha um mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado e era monitorado pelo setor de inteligência da DC-Polinter.

Repúdio: EXTRA e O Globo repudiam ataque da PM a jornalista

Conforme as investigações, a Favela Inferninho é comandada por uma das facções criminosas do Rio, que está se aliando milicianos em diversos pontos do Estado, formando a denominada “narcomilícia”. No dia 19 de setembro, Maicon de Oliveira e mais dois comparsas executaram uma vítima com diversos tiros, em plena luz do dia, no interior da Favela do Inferninho.

LEIA: Polícia prende 22 suspeitos de violência doméstica em operação no Estado do RJ

Gerente do tráfico da Favela Inferninho, em Nova Iguaçu, estava escondido na casa de parentes Foto: Reprodução

Após o assassinato, o trio abordou um motorista que passava pelo local, obrigando o mesmo levar corpo da vítima. Desesperado, ele deixou o corpo em uma Delegacia de Polícia da região. O criminoso estava foragido desde então. O gerente do tráfico estava escondido na casa de parentes. Não houve troca de tiros durante a força-tarefa. Segundo a Polícia, o suspeito será encaminhado à Secretária de Administração Penitenciária, onde ficará à disposição da Justiça.

VEJA: Preso integrante de quadrilha que desviava cartões de banco para dar golpes em idosos



Fonte: Fonte: Jornal Extra