Foragido morre após tentar fazer filho refém e entrar em confronto com a PM em Curitiba

42

Um homem, de idade não revelada, morreu na tarde desta terça-feira (23), após entrar em confronto com policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). O rapaz, foragido da justiça, atirou nos policiais após receber a abordagem da equipe do BOPE na própria residência, na rua Belmira Carvalho Bertoldi, no bairro Campo de Santana, zona Sul de Curitiba. Segundo a polícia, ele chegou a tentar fazer o próprio filho como refém, mas o menino conseguiu escapar.

 

Foto: Marcelo Borges/Banda B

 

Em entrevista à Banda B, o capitão Antônio , mencionou que o serviço de inteligência do BOPE recebeu a informação de que um suspeito de realizar diversos roubos na região, estaria em posse de uma arma na casa onde foi encontrado.

“O serviço levantou o local desta possível residência onde estava o indivíduo. Após identificarem, os policiais chegaram ao local. No momento em que efetuaram a abordagem, se identificando como policiais militares, eles foram recebidos a tiros. Então, ocorreu o confronto”, comentou.

Na hora em que começou o tiroteio, o rapaz teria utilizado uma criança como escudo para se proteger. Porém, segundo o capitão, o menino, que seria seu filho, teria conseguido fugir do rapaz. Em seguida, ele foi acertado “Ele morava aqui com uma mulher e a criança. A mulher não estava no local. A criança está bem. Nenhum policial militar ficou ferido”, pontuou.

O rapaz contava com dois mandados de prisão em aberto, um por roubo e outro por homicídio. O local foi isolado para o trabalho das equipes policiais e do Instituto Médico Legal (IML).

Vídeo

Veja imagens do local.


Fonte: Banda B