Família se despede de criança atropelada em velório com tristeza e revolta: “Nos ajudem”

0
40


O sepultamento da pequena Yohana Gabrielly Fernandes Pereira, de apenas cinco anos, aconteceu na manhã desta segunda-feira (4), em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. A família da garota deu o último adeus em meio a tristeza e revolta. A menina foi morta atropelada por um carro em alta velocidade, na Rodovia da Uva, em Colombo, na noite de sábado (2). O motorista fugiu e a Polícia Civil está em busca de informações que levem ao paradeiro dele.

 

Foto: AN/Banda B

 

Para a Banda B, a mãe da menina Yolanda Cristina Pereira disse que o motorista estava em alta velocidade. “Eu pedi ajuda, mas ele não deu. Ele foi embora e me deixou com ela, ele não parou. Se ele tivesse andando devagar, ele teria conseguido parar, mas ele não parou, ele fugiu. Eu não aguento isso, ele vai ter que pagar por isso porque ele tirou minha vida de mim. Ela é meu amor, o amor dos irmãos, me ajudava a cuidar dos menores, meu Deus”, disse a mãe, aos prantos.

A mãe relembrou o acidente, bastante emocionada, e disse ter visto o momento em que a filha foi atropelada. “Eu vi, eu vi tudo. O carro bate nela, ela bateu no chão com a cabecinha, eu vi tudo abrindo, a barriga dela aberta, a perninha torta, tudo quebrado, tudo, tudo quebrado, meu Deus do céu. Eu não aguento, eu fecho o olho e eu lembro, eu não estou aguentando, eu não aceito isso, meu Deus do céu”, relatou a mãe, amparada por outros familiares.

 

Foto: AN/Banda B

 

O velório da pequena Yohana aconteceu em uma capela na região do Jardim Osasco. O sepultamento foi no Cemitério Municipal de Colombo.

Revolta

A tia da garota, Adriana Frasão Branco, falou sobre a dor do falecimento e a impunidade do motorista. “É um momento muito, muito difícil. Uma injustiça sem tamanho com uma criança de apenas cinco anos que tinha a vida inteira pela frente e um cara mata. Esse homem tirou a criança de nós, acabou com a nossa vida, acabou tudo, isso é terrível, não podemos deixar impune. Essas pessoas bebem, tiram a vida das pessoas e destroem famílias inteiras”, disse ela, aos prantos.

Foto: Reprodução

Adriana pediu ajuda para que o motorisa seja encontrado. “Pelo amor de Deus, temos que achar esse monstro que fez isso com uma criança de cinco anos. Precisamos de ajuda para encontrar esse homem, pelo amor de Deus, precisamos de ajuda”, completou.

Morte

Segundo a Polícia Civil, a vítima atravessava a rua com a mãe e dois irmãos, que estavam em um carrinho, além de uma amiga da família. No momento em que estavam na rodovia, o carrinho teria enroscado, momento em que a vítima teria tentado terminar de atravessar a via, sendo atingida em alta velocidade pelo carro.

A pequena Yohana chegou a ser transportada para o pronto-socorro do Hospital Cajuru, mas não resistiu.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui