Ex-namorada e amante preso teriam planejado morte de idoso no Hauer, aponta polícia

23

A morte do mestre de obras  Ernesto Sassi, de 69 anos, ocorrida no dia 22 de maio deste ano, foi planejada pela ex-namorada e o amante dela. A conclusão é da Polícia Civil do Paraná (PCPR). A suspeita de 29 anos foi presa na última quinta-feira (25). Tanto ela quanto o amante de 22 anos foram indiciados por homicídio qualificado.

A mulher foi presa no bairro Xaxim, em cumprimento a mandado de prisão temporária. Já o amante teve seu mandado de prisão cumprido dentro do Sistema Penitenciário, onde ele já cumpre pena por roubo.

Durante as investigações, a PCPR apurou que a ex-namorada de Sassi estava interessada no dinheiro e demais bens que ele tinha. E por essa razão, teria arquitetado o crime junto do amante.

Rua onde ocorreu o crime em 22 de maio – Foto: Arquivo/Banda B

O crime

No dia 22 de maio, a dupla teria entrado na residência do idoso e amarrado seus pés e suas mãos com um fio de telefone. Em seguida, teriam enforcado a vítima com outro fio que estava amarrado na torneira do banheiro da casa.

O suposto “casal” teria subtraído ainda diversos bens de valor que tinham na residência de Sassi, bem como o veículo Pegeout da vítima. Conforme apurado, a dupla seria usuária de drogas.

Sassi morava sozinho em um sobrado na rua Oscar Hilbert, no bairro Hauer, em Curitiba.


Fonte: Banda B