Estudante de medicina suspeito de manter a mãe em cárcere é preso no Paraná

0
15

Um estudante de medicina, de 27 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Paraná por ser suspeito de manter a própria mãe, de 52, em cárcere privado. A ação ocorreu nesta quarta-feira (01), em uma residência no bairro Morumbi, na cidade de Foz do Iguaçu, oeste do Paraná. No local, os policiais encontraram a vítima seminua na cama, sem lençóis e suja de urina.

 

(Foto: Divulgação)

Segundo a delegada Mônica Ferracioli, da Delegacia da Mulher, a polícia descobriu o crime após uma denúncia, que no local foi confirmada. “Tudo que estava na denúncia foi confirmado no local. A mulher vivia ali e fazia meses que não saia de dentro de casa. O pessoal da saúde vinha, ele espiava pela janela e não abria a porta. A casa vivia constantemente fechada, as janelas estavam cobertas por papel alumínio e o muro é bem alto pra ninguém ver nada ali mesmo”, descreveu a delegada.

Com a polícia no local, na hora do encontro, a mulher apresentava fraqueza, desnutrição e estava com hematomas no rosto. O filho justificou aos policiais que as lesões eram consequências de quedas sofridas na casa.

Ainda, segundo a Polícia Civil, a casa cheirava um forte odor de fezes.

Diante do fato, a senhora foi encaminhada a um hospital da cidade, onde ela permanece internada. Já o filho irá responder pelo crime de cárcere privado.


Fonte: Banda B