Escola em Japeri é invadida pela segunda vez este ano, tem equipamentos quebrados e alimentos saqueados

0
15


Uma escola municipal foi invadida e teve equipamentos quebrados, em Japeri, na Baixada Fluminense. Funcionários da Escola Municipal Santos Dumont, no bairro Vila Central, acreditam que o crime tenha ocorrido na madrugada do último domingo. O diretor Júlio Cesar Lourenço contou que chegou à unidade, por volta das 8h30 desta segunda-feira, quando percebeu que algumas portas tinham sido arrombadas:

— Quando cheguei com um funcionário da secretaria, a porta da direção estava arrombada. Tem um terreno vazio ao lado da escola. Eles devem ter pulado o muro porque havia marcas de pés no muro. Quebraram as portas e janelas do refeitório, da sala de orientação e da direção. Também jogaram dez computadores no chão.

Cerca de 40 cestas básicas que seriam entregues a alguns responsáveis que ainda não tinham recebido o benefício também foram destruídas ou saqueadas. Os vândalos quebraram ovos no chão e nas paredes.

— Também abriram pacotes de biscoito e leite. Os extintores novos que a Secretaria de Educação trocou recentemente foram abertos e espalhados pela escola — lamentou Júlio.

Cestas básicas foram destruídas, saqueadas e ovos foram quebrados Foto: Reprodução / Redes sociais

Essa foi a segunda vez que invadiram a escola este ano. A primeira foi no início da pandemia. Ano passado, houve outra invasão. Na unidade, há dois vigias. Segundo o diretor, no dia do crime, era o plantão do profissional que está de férias. A unidade atende da Educação Infantil ao 9º ano e tem 1.156 alunos.

O diretor disse que foi à 63ª DP (Japeri), mas foi orientado a fazer o registro online. A Prefeitura de Japeri ainda não respondeu ao EXTRA..

Quando o diretor chegou à escola, computadores estavam jogados no chão
Quando o diretor chegou à escola, computadores estavam jogados no chão Foto: Reprodução / Redes sociais
Segundo a direção, é a segunda invasão neste ano
Segundo a direção, é a segunda invasão neste ano Foto: Reprodução / Redes sociais



Fonte: Fonte: Jornal Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui