Emboscada no Centro de Agudos do Sul termina com motorista de caminhonete morto e mulher ferida

0
37


Um homem morreu após ser atingido por diversos disparos de arma de fogo, na manhã desta sexta-feira (04), no Centro de Agudos do Sul, região metropolitana de Curitiba(RMC). Quatro homens desceram de um carro, abordaram a Ford Ranger – onde estavam três pessoas – e atiraram contra o veículo, acertando o motorista e a companheira ao lado. O homem conseguiu fugir do local, mas por conta da gravidade dos ferimentos, bateu em um poste e morreu. A criança que estava no banco de trás não foi atingida.

De acordo com o tenente Pedro, responsável pelo policiamento da região, ainda não é possível saber a motivação do crime.

“A situação aconteceu por volta das 9h, quando um veículo interceptou uma caminhonete. Nesta situação, não se sabe se foi uma tentativa de roubou ou não. O que veio a acontecer logo após essa interceptação, foi que quatro elementos desembarcaram desse veículo branco e efetuaram vários disparos contra esse veículo branco contra esse veículo. A caminhonete acabou se evadindo do local, mesmo sendo várias vezes alvejado. Porém, o condutor da caminhonete acabou sendo lesionado com esses disparos, se chocando com um poste”.

Explicou o tenente Pedro em entrevista à Banda B na manhã desta sexta-feira (04).

Colaboração.

O tenente Pedro contou que apenas o motorista acabou falecendo no local. “O condutor veio a óbito após o socorro por equipes do Samu. A mulher que estava ao lado acabou tendo ferimentos leves, encaminhado para atendimento médico. Tinha realmente uma criança banco de trás que nada sofreu”, disse.

Sobre a motivação do crime, de acordo o tenente, ainda não há informações. “Não sabemos de houve uma tentativa de roubo. A motivação não é clara. (…)Estamos tentando levantar informações sobre o caso”.

Ainda na manhã desta sexta-feira (04), a Polícia Civil está levantando informações sobre a motivação do crime para a instauração do inquérito. A mulher foi encaminhada para a UPA de Agudos do Sul para avaliação médica para saber se há necessidade de transferência para uma unidade hospitalar.





Fonte: Banda B