Em paz! Confira dicas de convívio social dentro de casa para este momento de quarentena

0
24


Conforme noticiado pela Banda B, na manhã desta terça-feira (24), houve um aumento do número de casos de violência doméstica registrado pela Polícia Militar, em Curitiba. Os números deste último final de semana, entre 20 e 22 de março, contabilizaram 217 queixas contra 189, do final de semana anterior (13 a 15). Diante disso, à Banda B foi atrás de informações com o intuito de trazer dicas de convivência para este momento em que existe uma rotina alterada da população.

A psicóloga Emilia Miranda Senapeschi, da Comissão de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia do Paraná, mencionou que tem acompanhado este aumento do número de casos com atenção. Em entrevista à Banda B ela falou sobre a preocupação com a violência com crianças e adolescentes neste momento de isolamento social.

“Houve um aumento na violência contra a mulher, mas também, em casos infanto-juvenis. Aumentou não só em Curitiba, mas, em todo o Brasil. Estou acompanhando notícias de todo o país”, pontuou.

Foto: Banco de Imagem

 

A orientação de Emilia a respeito desta situação passa pela busca de retirar os focos de possíveis gatilhos para estes casos ocorrerem. “Se possível, eliminem potenciais fatores como álcool e outras drogas”, frisou.

A psicóloga informa quais os números que as vitimas ou quem estiver com medo de que algo ocorra, possa entrar em contato. “Para quem precisar de ajuda, temos disponíveis a Central de Atendimento à Mulher, o 180, e a Central de Atendimento dos Direitos Humanos, o disk 100”

Quem precisar de ajuda também poderá ligar diretamente para o telefone da Polícia Militar, o 190.



Fonte: Banda B