Curitibana cai em golpe ao tentar comprar Celta 2005 pela OLX; ‘Acreditei e fiz o depósito’

0
108


Uma técnica de enfermagem de 43 anos, moradora de Curitiba,  está inconformada por ter caído em um golpe ao tentar comprar um veículo Celta 2005 por meio do site de compras OLX. Ela fez o depósito de R$ 1 mil, o equivalente a de 50% da entrada do carro, mas os golpistas, que acertaram tudo com ela via WhatsApp,  desapareceram.

“Adiantei meu 13º salário para conseguir dar a entrada e perdi tudo. Trocamos várias mensagens, ela me mandou documentos pessoais, endereço da loja de veículos onde estava o carro, em Guarapuava, parecia tudo certinho. Mas foi só fazer o depósito de R$ 1 mil e ela desaparecer.

A OLX está à disposição das autoridades para colaborar na apuração dos fatos e já desativou a conta associada ao número compartilhado e bloqueou seus dados (ver nota na íntegra abaixo).

As conversas via WhatsApp foram feita primeiro com uma mulher chamada Gabriela. Depois, entrou um homem que se apresentou como gerente financeiro.

Acompanhe a ordem do golpe:

1 – Primeiro a técnica de enfermagem viu o anúncio na OLX e se interessou:

2 – Depois, uma pessoa que se identificou como Gabriela, começa a negociar e mostra os detalhes de outro carro dizendo que o que foi visto já foi vendido:

3 – Após mandar documentos ‘pessoais’ e ganhar a confiança da cliente, a golpista, explica como funciona a venda, exigindo 50% da entrada como depósito:

 

4 – Após o aceite e a promessa de trazer o carro de Guarapuava até Curitiba, a golpista passa os dados da conta para depósito:

 

Por fim, após o depósito, os golpistas desaparecem. “Fiz uma burrada de depositar o dinheiro, mas confiei com todos os documentos que ela me passou.”, lamenta a técnica de enfermagem.

Investigação

A vítima buscou então, por conta própria,  descobrir quem seria a tal Gabriela, segundo os documentos que recebeu. Chegou até uma psicóloga do Espírito Santo.

“Ela me disse que caiu no golpe meses atrás e que pelo menos sete pessoas a procuraram dizendo que o nome dela vem sendo usado para enganar os consumidores na OLX. Os documentos que a golpista manda são desta mulher que não tem nada a ver com o golpe”, diz a vítima de Curitiba.

Conversa da vítima de Curitiba com a vítima do Espírito Santo

 

Denúncia

A técnica de enfermagem registrou Boletim de Ocorrência nesta terça-feira na Delegacia de Estelionatos, de Curitiba. “Espero que pelo menos, essas pessoas parem de aplicar este golpe para enganar pessoas que lutam para comprar um veículo de forma honesta”, afirma.

Defesa da OLX

A OLX está à disposição das autoridades para colaborar na apuração dos fatos e já desativou a conta associada ao número compartilhado e bloqueou seus dados. A OLX investe constantemente em tecnologia e serviços de orientação ao usuário, com recomendação das melhores práticas de negociação, incluindo o levantamento de laudos e vistoria técnica do veículo. Caso o usuário perceba que as políticas da OLX estão sendo infringidas, é possível também realizar uma denúncia por meio da plataforma para investigar anúncios irregulares e removê-los.

Dicas de negociação:

– Evite realizar qualquer tipo de depósito antecipado (pagamento de entrada) sem antes ver o veículo de perto, verificar se está em bom estado e com todos os acessórios anunciados;

– Caso esteja negociando com uma concessionária, evite qualquer pagamento antecipado e para contas de pessoas físicas;

– Seja cuidadoso com contratos de consórcios e prestações. Pesquise a documentação e o histórico da empresa envolvida;

– Desconfie se o veículo está em perfeito estado com valores muito abaixo do mercado;

– Ao entrar em contato com o vendedor, evite negociações com terceiros;

– Verifique se o vendedor é o proprietário legítimo do veículo. Você pode verificar se o documento do carro é verdadeiro entrando em contato com o DETRAN. Aproveite também para verificar, pelo Renavam, se o veículo tem multas e IPVA pendentes. O Registro Nacional de Veículos Automotores é o documento que nos permite verificar todo o histórico do carro. O Renavam é como se fosse o CPF, RG, Certidão de Nascimento e Óbito do veículo e vem impresso no CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, emitido pelo DETRAN, ou no documento de Transferência do Veículo. Desconfie de negociações em que o vendedor não possua ou não queira compartilhar estes dados;

– Fique atento se o vendedor alegar que ganhou o veículo em uma promoção/sorteio, que é ex-funcionário de uma empresa, ou se diz trabalhar nas montadoras de veículos e que, a partir disso, conseguiu o automóvel mais barato;

– Faça uma revisão com um mecânico de confiança antes de efetuar o pagamento;

– Cuidado com anúncios que oferecem frete grátis para a entrega do veículo.

 



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui