Criminosos colocam rojão em boca de cachorrinha que é socorrida em estado grave na RMC

0
38


Uma crueldade foi feita com uma cachorrinha de 8 anos em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba (RMC), na madrugada desse dia 1º de janeiro. Ela foi encontrada gravemente ferida por policiais da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) com a suspeita de que tenha sido vítima do impacto de um rojão. De acordo com a Polícia Civil, o artefato teria explodido na boca do pet após ser colocado de propósito no animal.

 

A língua da pet foi dilacerada. Foto: Colaboração/Divulgação

 

As investigações começaram depois da ONG Força Animal ser marcada em uma publicação nas redes sociais na madrugada do dia 1, que mostrava os ferimentos de um animal que teria, supostamente, mordido um rojão. “Eu tentei contato desesperada porque já tivemos casos parecidos no ano passado. Porém, eu consegui efetuar o contato somente pela manhã e logo avisei a DPMA. Fomos até o local e vimos e nos foi informado que a vítima morava na rua”, informou Danielly Savi, da ONG Força Animal, à Banda B.

 

A vítima foi encontrada embaixo de um carro. Foto: Colaboração/Divulgação

 

O animal foi encontrado embaixo de um carro e foi levado à clinica com o estado grave de saúde. “Ela perdeu toda a parte de baixo da mandíbula e a língua foi dilacerada. Nós fizemos um procedimento inicial para tirar o estado de choque da vítima e a equipe começou fazer os procedimentos quando encontrou vários barbantes na boca. Isto é um forte indício de que a bomba foi amarrada ali”, disse Danielly lamentando a atrocidade feita com a pet. “Isto é mais lamentável ainda. Já é muito triste se o animal se ferir assim, acidentalmente. Agora, de propósito, realmente, é algo que não entra na nossa cabeça”, completou.

Investigação

A delegacia do Meio Ambiente já esta no caso e busca os responsáveis pela maldade, como comentou o delegado Matheus Laiola.

 

Detalhes dos ferimentos na vítima. Foto: Colaboração/Divulgação

 

“A gente está apurando isto, se ele tem tutor, para responsabilizar criminalmente quem fez isto. Só que o mais importante é que este animal foi resgatado e ele já está em uma clinica veterinária”, pontuou à Banda B.

Ajuda

Danielly aproveitou o momento para pedir ajuda. Segundo ela, os recursos da ONG são baixos e esta é uma das dificuldades na hora de atender diversos animais que também são auxiliados no projeto. “Este tratamento é caro e nós não temos condições financeiras para banca-lo. Será necessário para a vida dela visto que ela passará por algo intensivo. A cachorrinha precisa de exames, radiografias, remédios e ficará internada”, comentou.

 

A vítima foi resgatada com ferimentos graves. Foto: Colaboração/Divulgação

 

Clique aqui e acesse às redes sociais da ONG para ajudar. “Os recursos são necessários para pagar estes custos e assim ela poderá ter uma chance de ser feliz, novamente”, concluiu Danielly à Banda B.

Vídeo





Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui