Coronel da PM diz que Estrada da Graciosa será fechada e que máscara só deve ser retirada ao entrar no mar

0
20


O subcomandante-geral da Polícia Militar do Paraná (PMPR), coronel Hudson Leôncio Teixeira, afirmou em entrevista à Banda B, na manhã desta terça-feira (29), que a Estrada da Graciosa, que dá acesso ao Litoral do Paraná, será fechada no feriado de Ano Novo, possivelmente no período entre as 9h e 16h. A medida se dá devido a aglomerações registradas no último fim de semana. Além disso, o coronel ressaltou a obrigatoriedade do uso de máscara inclusive na orla marítima.

Foto:PMPR

 

Hudson Teixeira pediu que a população faça a sua parte e entenda o posicionamento da PM, que é garantir um Ano Novo de tranquilidade e sem risco epidemiológico no Litoral do Paraná. “Estamos respeitando o direito de todos de usufruir o período de folga, mas pedimos que as pessoas sejam conscientes, porque a força estadual não consegue fazer isso sem a conscientização de todos Haverá restrição de acesso à Graciosa, em razão do excesso de pessoas e também de fenômenos meteorológicos que podem ocorrer nos próximos dias”, explicou o coronel.

A confirmação do fechamento será dada nas próximas horas, mas deve acontecer das 9h às 16h. Sobre as praias, não haverá restrição de acesso, mas o patrulhamento será ostensivo. “As pessoas estão indo para as áreas de lazer, temos resistência de alguns, mas os policiais estão orientando a todos. Para o Ano Novo estamos preocupados com o aumento de pessoas nas praias e regiões de rios e estamos preparados para atender essa demanda”, pontuou.

Sobre a obrigatoriedade do uso de máscara, o subcomandante-geral garantiu que a PMPR tem realizado abordagens orientativas. “Os policiais orientam as pessoas sobre o uso da máscara, se a pessoa se negar ao uso dela, se recusar a sair da aglomeração, pode ser levara a cartório por desobediência e perigo de contágio de moléstia grave. Não é isso que queremos, mas está previsto”, lembrou.

Na areia, os veranistas devem estar de máscara, tirando apenas para consumir algum alimento ou se banhar no mar. “As pessoas devem se agrupar nos núcleos familiares e retirar a máscara apenas para ir às aguas. Tira naturalmente para ir a água e para ingerir algum alimento. Essa é a recomendação”, explicou.

Por fim, o coronel Hudson aponto que a população tem, em sua maioria, obedecido as regras de distanciamento social e higiene. “Percebemos que grande parte da sociedade está entendendo as medidas restritivas por parte do Governo do Paraná, o que já resultou em queda de acidentes de trânsito e lesão corporal, que oneram demais a nossa saúde pública”, concluiu.

 



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui