Condenado pela morte de PM foge da prisão e morre em confronto com a polícia após ser encontrado

0
24


Condenado a 28 anos de prisão pela morte da soldado Bárbara Aline da Rocha, em um aviário de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, Felipe Ribeiro Leite foi morto em confronto com a polícia nesta quinta-feira (25). Ele havia fugido da Casa de Custódia de São José dos Pinhais no final do ano passado, mas foi localizado no município de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, após investigação das equipes de inteligência do Batalhão de Polícia de Guarda.

Foto: Divulgação

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), a Agência Local de Inteligência do Batalhão de Polícia de Guarda ficou sabendo da fuga apenas em meados de fevereiro, após o foragido passar a ameaçar um policial militar, quando deu início às diligências para a recaptura do condenado.

A ação, que terminou com a morte de Leite, contou com o apoio da Polícia Militar de Santa Catarina e também da Agência Central de inteligência da PMPR. Ao ser abordado pelas equipes policiais, o foragido reagiu e acabou morrendo durante confronto.

Ainda segundo a PM, na ocasião da fuga, o criminoso se passou por um outro detento, o qual havia conseguido o benefício da liberdade por monitoramento de tornozeleira eletrônica. Após colocar a tornozeleira, ele deixou o sistema prisional.

Condenado

Felipe Ribeiro Leite foi condenado a 28 anos, dois meses e 15 de prisão. A condenação foi definida por júri popular em 2018. Destaca-se o fato de que a pena foi agravada pela condição militar da soldado da Polícia Militar.

Leite foi acusado de homicídio duplamente qualificado (impossibilidade de defesa e condição policial) e roubo. De acordo com as investigações, a motivação seria uma vingança por ela ter prendido dois amigos dele duas semanas antes do crime.

O crime

A soldado Bárbara foi assassinada na véspera do Natal de 2016. Um casal, que aguarda o julgamento em liberdade, também responde por envolvimento no crime. Na época das investigações, imagens com o momento do assassinato foram divulgadas pela polícia.

Foto: Reprodução

Os bandidos chegaram em um Fiat Uno e estacionaram próximo ao aviário da família de Bárbara, na Rodovia João Leopoldo Jacomel, no bairro Maria Antonieta. Um deles, que seria Leite, desceu já com a arma em punho apontando para a soldado. Ela esboçou reação, mas não deu tempo, e acabou atingida na cabeça e no peito.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui