sábado 15 maio 2021 02:16:30
Início Na Mira da Lei Chefe de organização criminosa que rompeu tornozeleira eletrônica é recapturado

Chefe de organização criminosa que rompeu tornozeleira eletrônica é recapturado

0
18


Condenado a 76 anos, um dos líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) anos de prisão por tráfico de drogas, homicídio e porte ilegal de arma, foi recapturado pela Polícia Militar (PM) na segunda-feira (12), em Curitiba.

Em 2020, Valacir de Alencar estava preso na Penitenciária Estadual de Piraquara (PEP), na região metropolitana de Curitiba. Porém, uma decisão da Justiça concedeu prisão domiciliar ao condenado pelo entendimento que se tratava de um preso de grupo de risco ao novo coronavírus, por causa da hipertensão.

Valacir foi detido com armas, documentos falsos e peruca de disfarce. Foto: PMPR

Tornozeleira rompida

A tornozeleira eletrônica foi colocada nele às 10h23 do dia 17 de abril de 2020 e às 15h23 do mesmo dia, o sistema de monitoração constatou que o condenado havia rompido o equipamento. A partir de então, a polícia estava atrás de Valacir.
A Polícia Militar informou que Valacir foi encontrado em um restaurante luxuoso de Curitiba e estava na companhia de uma mulher.

De acordo com a PM, ele agia na região de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba e, segundo investigações, diversos homicídios estavam acontecendo pela ação dele no município.

Carro utilizado por Valacir foi apreendido pela polícia Foto: Eliandro Santana/ Banda B

 

A polícia apreendeu com o condenado uma pistola nove milímetros; 37 cápsulas de munição; um carregador de munição; um colete balístico; um documento falso e uma peruca para disfarce.

De acordo com Ministério Público do Paraná (MP-PR), Alencar também havia fugido da prisão em julho de 2019, sendo recapturado depois de dois meses, após prisão em flagrante por uso de documento falso.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui