Casal foragido de Curitiba, suspeito de matar por roçadeira, é preso no interior do PR

0
17


Um casal foragido da Justiça há dois meses foi preso pela Polícia Civil do Paraná (PCPR) em Palmas, na região Sudoeste do estado. Eles foram localizados no dia 12 de julho, mas a informação foi divulgada somente na manhã desta segunda-feira (26) pela delegada Tathiana Guzella, da PCPR.

Jéssica Santos de Campos e Everton Carros foram localizados no sudoeste do Paraná.
Fotos: Reprodução PCPR.

Everton Carros, de 26 anos, e Jéssica Santos de Campos, 27, são investigados pela morte de Alecsander Cesar Machado, 26, em 16 de maio deste ano, em Curitiba. Na época, a Banda B publicou as fotos dos foragidos divulgadas pela polícia, para que os leitores pudessem colaborar com as investigações.

Na ocasião, Machado foi atingido por três tiros de arma de fogo, disparados de dentro de um automóvel, no bairro Pilarzinho. O crime aconteceu após Machado receber do pai de Jéssica uma roçadeira para conserto e ter vendido o objeto para trocar por entorpecentes.

Como Alecsander era usuário, deixou na biqueira em troca de drogas.

Tathiana Guzella, delegada da PCPR.

Segundo a delegada, o casal de suspeitos tem um filho pequeno e fugiu para Palmas após este crime, em maio. “Eles perceberam que em Curitiba poderia haver alguma denúncia.”

A dupla, porém, foi reconhecida na cidade, com a ajuda das imagens divulgadas pela mídia na internet, revelou a delegada, e a polícia recebeu denúncia com a possível localização deles.

Graças ao trabalho de divulgação da imprensa, é que surgiu uma denúncia que levou à prisão desse casal homicida.

Com as informações do paradeiro de Jéssica e Everton, a Polícia Civil de Palmas foi acionada pela PCPR, contou a Thatiana, e localizou os foragidos. “O delegado foi com a equipe ao local e efetuou a prisão do casal, que foi formalmente ouvido na sexta-feira da semana passada. Os inquéritos foram encaminhados para a Justiça.”

Outro crime

Everton Carros também é investigado por uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 9 de janeiro deste ano, também em Curitiba, motivada por disputa relacionada ao tráfico drogas. A vítima sobreviveu e identificou o suspeito.





Fonte: Banda B