Casal dono concessionária de veículos de SJP é preso

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp

Um casal, proprietário de uma concessionária de veículos em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, foi preso em Maringá, no Norte do Paraná. O homem, de 38 anos, e a mulher, 35, eram investigados pela Polícia Civil por aplicar, entre outros crimes, o “golpe do cansaço”.

Imagem ilustrativa: Pixabay.

A captura dos suspeitos aconteceu no último dia 16 de maio. Detalhes do caso, no entanto, foram informados apenas na manhã desta quinta-feira (26) à Banda B pelo delegado Fábio Machado, da Delegacia de Polícia Civil de São José dos Pinhais, que apura os fatos.

Segundo Machado, várias pessoas procuraram a delegacia de SJP para informar que teriam sido vítimas de estelionato e que teriam sido praticados por esse casal.

“Entre outros golpes, eles recebiam os veículos dessas vítimas para venda, vendiam e não repassavam os valores. Em alguns outros casos, pegavam os documentos dessas pessoas, apresentados para compra ou venda de veículos, e adquiriam empréstimos junto a instituições financeiras em benefício deles. Eles não pagavam os empréstimos e as vítimas ficavam com as dívidas”,

afirma o delegado.

Em alguns outros casos, relata Machado, os investigados vendiam o veículo para a vítima, diziam que estava em perfeitas condições e, depois que a vítima adquiria o veículo, verificava que tinha defeitos nunca revelados.

“A vítima voltava até a concessionária e aí começava o que a gente chama de ‘golpe do cansaço’: a vítima era enrolada até desistir de reaver o valor pago por aquele veículo”, conta ele.

O delegado Machado estima que o casal tenha cometido cerca de 30 estelionatos. O prejuízo estimado é de pelo menos R$ 600 mil. A polícia tentou localizar a dupla em SJP, antes de ser presa em Maringá. mas constatou que o homem e a mulher fecharam a loja na cidade e fugiram, deixando vítimas e dívidas pra trás. Foi então que a prisão dos suspeitos foi requerida e eles foram encontrados no Norte do estado.

“A partir daí, relatamos inquérito e encaminhamos ao Poder Judiciário. Mas continuamos ainda recebendo outras vítimas, que tenham sido lesadas por esse casal. Elas devem entrar em contato com a delegacia, pra que a gente possa orientar com relação a toda a documentação necessária. Vamos ouvir essas pessoas, anexar todos os documentos e encaminhar ao juiz.”

Pessoas que passaram por situação semelhante no município e se sintam lesadas podem entrar em contato com a Delegacia de Polícia Civil de São José dos Pinhais, inicialmente por telefone, pelo número (41) 3299-1500.



Fonte: Banda B