“Cachaça”, som alto e tiros; festa no CIC é interrompida e homem é preso

Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on whatsapp


Foto: Istock

Uma festa feita dentro de uma loja de carros, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na madrugada desta sexta-feira (13), não terminou bem. Após receber denúncias de moradores por perturbação de sossego, a Polícia Militar (PM) foi até o local para averiguar a festa, mas ao se aproximar do local, escutou barulhos que remetiam a tiros de calibre 22. A confusão aconteceu na Rua João Bettega, esquina com a Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Em entrevista à Banda B, o cabo Jonas, da Rotam do 23° Batalhão da PM, contou que a equipe recebeu informações que a festa fazia muito uso de bebida alcoólica e que, por vezes, alguns disparos de arma de fogo.

“De posse das informações repassadas pela central, a equipe se deslocou até o local. Ao chegar lá, a equipe de fato ouviu alguns estampidos e um som excessivamente alto”, disse o cabo.

Enquanto realizava a abordagem, a equipe da PM percebeu que um dos indivíduos tentou sair do local, e então a polícia o abordou.

“A equipe então procedeu a abordagem aos indivíduos que estavam no local e um dos indivíduos se evadiu. Fomos no encalço dele e, na nova abordagem, foi localizado uma pistola 9 milímetros, na cintura dele, municiada com 12 munições. Diante disso, foi dado voz de prisão ao mesmo, que foi conduzido à Central de Flagrantes”, relatou Jonas.

Ao ser questionado sobre a arma, o rapaz de 38 anos disse que era CAC (Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador). No entanto, ele não tinha a autorização para andar com o armamento. Por esse motivo, ele foi encaminhado à delegacia por porte ilegal.

O dono da loja de carros, e da festa, também foi encaminhado para assinar um termo circunstanciado por desacato de autoridade no local.

“Ele alegou que é CAC, e que estava no local se divertindo com os amigos. Mas a gente sabe que ele não está de acordo com a legislação, então a equipe deu voz de prisão ao mesmo. O dono do comércio também foi detido, tendo em vista que na hora da abordagem ele começou a esbravejar contra a equipe, ai foi encaminhado para um fórum e para um termo circunstanciado”, afirmou o policial.

Foto: Colaboração





Fonte: Banda B