Bandido assalta setor Covid de UBS em Curitiba: “Prefiro que não se contamine, para deixar respirador”

0
41


Uma UBS (Unidade Básica de Saúde) foi alvo de um ladrão armado, que invadiu o setor exclusivo para tratamento de infectados pela Covid-19, na manhã desta terça-feira (8), no bairro Umbará, em Curitiba. Em entrevista à Banda B, a diretora do Sindicato do Servidores Municipais de Enfermagem de Curitiba (Sismec) desabafou sobre o crime e protestou contra a falta de segurança nas unidades de saúde.

O assalto contra a Unidade de Saúde Umbará I, pertencente à regional Bairro Novo, deixou funcionários assustados e com medo de voltarem a trabalhar. Segundo relatos apurados pela reportagem da Banda B, o assaltante teria chegado no setor que atende sintomáticos respiratórios, pedido informações a uma auxiliar de enfermagem e rendido cinco funcionários.

Foto: Colaboração

“Havia médicos, enfermeiros e funcionários da limpeza no local. Ele roubou celulares e fez várias ameaças. Agora, o pessoal está bastante nervoso e assustado”, disse a diretora do Sismec, Cleo Silva.

O criminoso teria mantido os trabalhadores em um almoxarifado e levado três celulares. Não havia pacientes no local.

Para a representante do sindicato, a falta de segurança nas unidades de saúde é nítida. “Trabalhar com Covid já é delicado, os profissionais de saúde estão no limite”, avaliou.

“Ficamos perplexos por ele ter entrado no setor exclusivo de Covid. Espero que ele tenha a sorte de não ter pegado o coronavírus para não precisar de atendimento médico e até ocupar o respirador de uma pessoa honesta e trabalhadora”, mencionou Silva.

De acordo com a profissional, situações de violência se tornaram parte do cotidiano nestes espaços. “O Sismec tem pedido insistentemente por mais segurança nas unidades porque nem guardas temos. Essa unidade é fechada e aberta por mulheres num local perigoso e com alto índice de criminalidade”, disse.

O medo dos funcionários, agora, é que o suspeito volte para assaltar funcionários de outros setores. As vítimas registraram Boletim de Ocorrência e o atendimento aos sintomáticos respiratórios foi suspenso na unidade. Os pacientes estão sendo direcionados à Unidade de Saúde Sambaqui, no bairro Ganchinho.

Suspeito

Em nota enviada à Banda B, a Guarda Municipal (GM) disse que agentes têm procurado pelo criminoso e falou sobre o crime. Confira a nota na íntegra:

A Guarda Municipal faz buscas pela região da Unidade de Saúde Umbará 1, onde por volta das 10h desta terça-feira (8/12) foi praticado um roubo contra os funcionários.

De acordo com relato das vítimas e testemunhas do ocorrido, um homem de aproximadamente 30 anos entrou na Unidade de Saúde, pediu informação e, logo depois, portando uma arma de fogo, anunciou o roubo. Ele levou pertences pessoais dos funcionários.



Fonte: Banda B