Autônomo é morto a facadas dentro de casa e ex-mulher é apontada como mandante; ela nega

0
21


Um homem de 42 anos foi encontrado morto a facadas na tarde deste sábado (16), dentro da casa em que morava, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba (RMC). O imóvel fica na rua Paulo Milani, na Vila Liberdade. Amigos e familiares da vítima acusam a ex-mulher de ser a mandante do crime. Ela foi levada à delegacia, prestou depoimento e negou envolvimento na morte.

 

O local do crime. Foto: Colaboração

 

Segundo a Polícia Civil, a vítima foi assassinada entra a noite desta sexta-feira (15) e esta madrugada. Segundo o investigador Carioca, da Delegacia do Alto Maracanã, dois homens foram vistos chegando e saindo do imóvel que estava com muito sangue.

“Há uma característica de luta e tinha muito sangue no armário e no chão. Não encontramos nenhuma arma branca ou de fogo, mas existe a suspeita que o caso tenha acontecido pelo uso de uma arma branca. Coletamos as imagens por volta das 3h. Nós identificamos dois indivíduos entrando na residência e permanecendo lá por, mais ou menos, 4 minutos”, iniciou à Banda B.

Suspeita

Amigos, vizinhos e familiares da vítima acusavam a ex-mulher de ser a mandante do crime. Carioca revelou que a mulher estava na casa do namorado durante à noite, cerca de 50 metros à frente da residência da vítima. “Tanto os vizinhos, como os familiares, informaram que o casal estava separado, mas eles brigavam e se ameaçavam constantemente. Segundo os parentes, esta mulher já teria, por diversas vezes, o ameaçado de morte”, pontuou.

O clima no local era tenso. Isto porque, além das acusações, os familiares do rapaz estavam xingando a ex da vítima. Diante disto, a polícia tomou a decisão de leva-la à delegacia. “Ela disse que, apesar das brigas, permaneceu dentro da casa o tempo todo e não teve nenhuma participação no fato. Agora temos que identificar quem são estas duas pessoas que apareceram nas imagens para descobrir se há algum relacionamento entre eles”, concluiu o investigador à Banda B.

Após prestar depoimento, a ex-esposa da vítima foi liberada por falta de provas. As investigações continuam para esclarecer se ela tem participação ou não no assassinato.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui