Assaltante é imobilizado por pedestres após roubar bolsa e ser perseguido por mulher no Água Verde

0
1


Um assaltante foi imobilizado por pedestres na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Água Verde, em Curitiba, após roubar a bolsa de uma mulher e ser perseguido pela vítima. O episódio aconteceu por volta do meio-dia desta segunda-feira (31).

De acordo com a gerente de negócios, de 29 anos, que preferiu não se identificar, ela havia acabado de sair de um cliente na Avenida Iguaçu, quando foi abordada pelo assaltante. “Eu sai do estabelecimento, cruzei com ele de frente, ele passou por mim e me abordou de costas. Nisso ele veio com a mão por baixo do casaco como se estivesse com uma arma, mas eu não acreditei que era real”, contou ela à Banda B.

Foto: Arquivo Pessoal

O suspeito teria puxado a bolsa da mulher, que reagiu com um chute. Com um segundo puxão, dessa vez mais forte, ele conseguiu concretizar o roubo e saiu correndo.

“Eu saí correndo atrás dele, atravessei a rua gritando ‘pega ladrão’ e apontado para a direção que ele corria. Teve até um carro com uma moça que tentou jogar o carro contra ele, mas não conseguiu”, afirmou a vítima.

A perseguição ao ladrão continuou e a mulher recebeu a ajuda de um motorista de aplicativo que abriu o carro para que ela entrasse e conseguisse alcançar o suspeito. “Continuei gritando da janela e daí tinha um pessoal na frente de um estabelecimento que conseguiu abordar ele com a bolsa. Todo mundo cercou ele”, relatou.

Guarda Municipal

A Guarda Municipal (GM) foi acionada para atender a ocorrência e efetuar a prisão do homem. “Chegando no local, ele já estava detido pelos populares. Só encaminhamos a vítima e o suspeito para a Central de Flagrantes, onde foi feito um boletim de ocorrência”, afirmou o GM Naurelino.

A vítima é adepta da corrida como atividade física e passado o susto brincou que o episódio mostrou que o treino estava em dia.

“A gente até brincou que meu treino estava em dia, porque eu estava quase alcançado ele”, disse a mulher.

O assaltante carregava uma arma de plástico, um isqueiro, um cachimbo e uma pedra de crack. Dentro da bolsa da mulher estavam dois celulares e cartões.





Fonte: Banda B