Após quase 24 horas em cativeiro, jovem espera estuprador dormir e foge pulando o muro; veja o autor e a fuga

72

Um homem, de 29 anos, acusado dos crimes de estupro, sequestro e cárcere privado, está sendo procurado pela Polícia Civil de Piraquara, região metropolitana de Curitiba (RMC). Os crimes foram cometidos contra uma jovem de 22 anos, em maio deste ano. Nesta quinta-feira (18), a polícia deflagrou a Operação Hércules II para tentar localizar o suspeito e divulgou imagens de câmeras de segurança que mostram tanto a mulher fugindo do cativeiro, no Jardim Guarituba,quanto o rosto do autor dos crimes (assista abaixo).

De acordo com a polícia,  a jovem foi obrigada a entrar no carro do criminoso armado e ficou presa na casa dele durante quase 24 horas. Ela contou que foi estuprada e forçada a consumir álcool e drogas. Depois de escapar, a vítima foi até a rua do cativeiro onde teria recebido uma carona até a delegacia para realizar o Boletim de Ocorrência (BO).

 

Foto: Marcelo Borges/Banda B

 

As investigações apontaram que a jovem saiu de casa no domingo (3) para trabalhar. Quando chegou ao ponto de ônibus, no bairro Campina do Siqueira, em Curitiba, foi abordada pelo suspeito. Armado, ele a obrigou a entrar em um carro e a levou até o município da RMC. Da tarde desse domingo até a madrugada da segunda-feira (4), a vítima foi forçada a usar álcool e drogas, além de ter sofrido diversas lesões físicas que terminaram em estupro.

Em entrevista à Banda B, o superintendente da Polícia Civil de Piraquara Sérgio Klaar, revelou que ela conseguiu escapar por volta das 04h30 da manhã do dia seguinte, após perceber que o suspeito estava dormindo. “Ela quebrou a janela dos fundos na casa, passou por cachorros perigosos, escalou o muro e fugiu”, comentou.

 

Foto: Colaboração

 

Ao chegar na delegacia e receber a denúncia, Klaar mencionou que a equipe policial foi até o endereço para ver se encontrava o suspeito na casa. “Nós inciamos imediatamente as investigações. Chegamos ao local e conseguimos coletar imagens do cárcere da menina e do momento em que ela fugiu desta casa, deste cativeiro. Ela sai bastante assustada e a gente pode ver ela correndo”, disse.

Suspeito aparece nesta imagem divulgada pela polícia – Reprodução

Para o delegado, essas imagens podem motivar outras mulheres que possam ter passado pela mesma situação com este criminoso. É que, segundo Klaar, o imóvel em questão foi alugado pelo suspeito pouco tempo antes deste caso ocorrer. “Tudo indica que ele já teria feito isto de forma premeditada, ou seja, alugou a casa para fazer os crimes. Nós esperamos que com a divulgação destas imagens possam aparecer mais vítimas deste criminoso”, contou.

Se você souber de alguma informação do caso, pode entrar em contato com o disque denúncia da Polícia Civil pelo número 181 ou pode entrar em contato diretamente com a Delegacia de Piraquara no telefone 3590-1200.

Vídeo com o momento da fuga:


Fonte: Banda B