Após encerrar festa com 400, GM encontra outra com 1,2 mil pessoas em São José dos Pinhais

0
13


Após ter encerrado uma festa clandestina com cerca de 400 pessoas na madrugada de domingo (24), a Guarda Municipal (GM) encontrou outra com pelo menos 1,2 mil pessoas na noite do mesmo dia, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. A grande maioria, jovens e até adolescentes, sem máscaras e com aglomeração, ignorando completamente a pandemia do coronavírus e as proibições de festas deste tipo

Festa em São José dos Pinhais na noite de domingo – Foto GM

Esta segunda festa, aconteceu na região do Agaraú, zona rural do município. Os guardas foram até lá depois de denúncias anônimas. Era uma festa eletrônica e, segundo o secretário de segurança do município, Ricardo Kusch, as pessoas estavam bastante alteradas.

“Foi uma correria diferente da outra, encerrada mais cedo. Muita gente fazendo uso de entorpecente, muitos bem alterados, muitos carros e uma festa organizada. Encontramos máquinas de passar cartão, pulseirinhas para o público… Fizemos a detenção de quatro a seis pessoas e já temos suspeita de três organizadores”, disse o secretário, assim que o flagrante foi feito.

Festa em São José dos Pinhais – Foto GM

A festa clandestina foi encerrada com a chegada da Guarda. O secretário faz um apelo para que os pais ajudem.

“Já que a gente apela tanto e estes jovens não se importam com esta doença maldita, apelamos então para os pais destes rapazes e moças para que fiquem de olho e nos ajudem a impedir estas festas. Agradecemos também e incentivamos a população de São José dos Pinhais a continuar usando o fone 153 pra denunciar estes absurdos”, completou.

Festa em São José dos Pinhais na madrugada de domingo – Foto: Colaboração

A primeira festa

Na madrugada do mesmo dia, horas antes, a GM encerrou outra festa, em uma chácara na BR 376, na região da Contenda. Na chegada, as equipes encontraram vários veículos e  centenas de convidados aglomerados e sem máscara, consumindo bebida alcoólica e sem respeitar o distanciamento para evitar a propagação da Covid-19. Seis pessoas foram presas. Uma delas seria o organizador da festa, que já tinha passagens pela polícia pelo mesmo crime, fazer festas e desrespeitar decreto municipal. “Foi configurado som eletrônico, tendas, eles estavam preparados para ficar acampados no domingo ou até a polícia encerrar a festa”, afirmou Kush.

De acordo com o secretário, não foram encontradas drogas no local, no entanto, foram apreendidos vários materiais e sons. Além disso, a festa estava regrada a muita bebida alcoólica.

“O modus operandi foi totalmente online, as pessoas pagaram de maneira antecipada pela festa e os valores variam de 40 reais ate 160 reais. A Guarda Municipal declara que esse tipo de festa é proibido com ou sem pandemia no município”, explicou Kush.



Fonte: Banda B

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui