Ao ver mãe rendida no portão de casa, filho grita com assaltantes e eles correm; assista

0
176


A motorista de uma caminhonete foi rendida no portão de casa em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, no início da noite desta quinta-feira (16). Imagens de uma câmera de segurança da própria residência flagraram quando a mulher chegou ao imóvel, às 18h.

Imagens da câmera de segurança mostram assaltante fugindo pela janela do carro da vítima.
Foto: Reprodução.

O caso aconteceu no Centro de Colombo, próximo do Bosque da Uva. No vídeo, é possível ver que a moradora encosta o veículo em frente ao imóvel e aguarda o Gol verde escuro, que se aproxima, passar, e poder então fazer a conversão à esquerda, para acessar a garagem.

Ao invés de seguir pela rua, porém, o veículo para e dois homens descem pela porta da frente pelo lado do passageiro. Rapidamente, eles vão em direção à caminhonete, um deles armado.

Como mostram as imagens, o homem armado abre a porta da frente da caminhonete pelo lado do passageiro, já apontando a arma para a motorista vítima, e a dupla entra no automóvel dela. Enquanto o motorista do carro verde escuro dá marcha à ré e desaparece do quadro, o filho da vítima sai da casa e vê parte da ação acontecer do lado de fora.

“Ouvi o portão abrindo e fui receber a minha mãe, dar um oi pra ela. No que eu saí, não estava entendendo o que estava acontecendo”

disse o analista de sistemas.

Ao avistar o filho, um dos assaltantes desce da caminhonete e corre para o mesmo lado onde foi o carro que dava cobertura.

“Gritei, perguntando o que tava acontececendo. Até então achava que era só um. Quando eu vi, um cara desceu pela caminhonete pela janela”

relata.

Segundo o filho da vítima, as portas da caminhoente travaram, impedindo a abertura imediata das portas. “Nessa saída, ele apontou a arma pra fora, na minha direção, e saiu correndo”, diz.

Pela reação, ele não acredita que um dos assaltantes estivesse realmente com um revólver em punho.

“Acho que não imaginaram que tivesse outra pessoa ou não estavam armados. Eu acho que era ladrão de galinha, para desistir de um assalto assim.”

Alvo marcado

Mãe e filho chegaram à conclusão que os ladrões já estavam de olho na rotina da vítima. “A gente conseguiu imagens de segurança de um dia antes. Minha mãe chegou em casa e eles passaram do lado dela, então eles já estavam vendo mais ou menos como ia ser a rotina”, disse o filho.

Na data da tentativa de assalto a rotina da mãe foi um pouco diferente da normal, mas mesmo assim eles conseguiram segui-la e fazer a abordagem.

“Minha mãe não ficou pela cidade. Ela saiu daqui, foi pro Centro de Curitiba, foi no médico e, na volta, eles provavelmente estavam esperando no meio do caminho. Na hora que viram passar a caminhonete, foram atrás.”

Vídeo





Fonte: Banda B