Angolano compra caminhão para trabalhar e tem o veículo furtado depois de 40 dias; vídeo

12

Depois de oito anos morando em Curitiba, o angolano Rubain Orelus, que trabalha com construção civil e é proprietário de um pequeno comércio voltado à venda de frutas e verduras, teve seu caminhão furtado em frente a casa que mora com a família depois de 40 dias da compra do veículo. O bem, que é umas das principais fontes de renda do emigrante, foi levado na última terça-feira (2), do bairro Bacacheri, em Curitiba.

“Saí do meu país e vim para Curitiba em busca de uma vida melhor. Cheguei sozinho e depois de alguns anos consegui trazer minha família”, disse Rubain em entrevista à Banda B.

Foto: Arquivo Pessoal

Ao mesmo tempo que atua na área de construção civil, o angolano abriu uma banca de frutas e verduras na casa onde mora e realizou o sonho de comprar um caminhão para transportar os produtos que compra na Ceasa e fazer fretes. No entanto, depois de 40 dias com o veículo, ele teve o caminhão furtado: “Acordei na quarta-feira e já não vi mais o caminhão. Acabaram com a minha vida”, afirmou.

Desesperado, Orelus procurou a polícia e entregou imagens de câmeras de segurança que flagraram a ação, mas até agora o Mercedes 608, da cor amarela, ainda não foi encontrado.

No valor de R$ 1.500 por mês, ele ainda destacou que pagou apenas uma parcela da prestação e que não fez seguro. “Minha esposa tá grávida e o caminhão era a forma que eu tinha para colocar comida em casa”, concluiu.

Qualquer informação sobre o paradeiro do caminhão com placas LWT-8E25 pode ser encaminhada para a Polícia Militar através do telefone 190.

Vídeo


Fonte: Banda B