Jogador de Búzios é vítima de racismo em jogo do Campeonato Carioca

Um episódio de racismo no futebol carioca foi registrado neste domingo. O jogador de futebol Carlos André, da Sociedade Esportiva Búzios, relatou ter sido vítima de injúria racial neste fim de semana durante uma partida contra o Goytacaz, no Estádio Aryzão, em Campos dos Goytacazes.

Segundo o depoimento do jogador  Carlos André, um homem que se apresentou como  dirigente da equipe campista, desferiu xingamentos e insultos com expressões racistas, como  ‘macaco’ e ‘crioulo’. Ao término da partida, o jogador buscou o apoio da Polícia Militar e registrou um Boletim de Ocorrência. Confira o relato na íntegra abaixo:

“A situação ocorreu na hora em que fui bater um escanteio. Esse homem, que diz ser dirigente né, um dirigente de uma entidade fazer o que ele fez eu acho inadmissível. O Goytacaz tinha que fazer uma nota de repúdio e mandar ele embora. Eu gritei “vamos, vamos” e ele respondeu “vamos nada”. Eu virei e disse “oxi” e ele falou “é isso mesmo, seu macaco, seu crioulo”. Em seguida, o juiz terminou o jogo e fui até a Polícia Militar para contar sobre o ocorrido. A PM falou pra eu tomar um banho e irmos à delegacia. Abri um Boletim de Ocorrência e um processo contra ele. Já rodei bastante o Brasil, você chega para fazer o seu trabalho e passa por isso. Inadmissível”.

Fonte: Cabo Frio em Foco