Rússia afirma que é impossível voltar para o acordo de grãos com a Ucrânia agora




Kremlin afirma que poderá voltar quando os interesses da Rússia no acordo forem honrados. Navio com a bandeira da Libéria carrega grãos após sair do porto da Ucrânia
Serhii Smolientsev/REUTERS
O Kremlin disse na terça-feira (25) que é impossível para a Rússia retornar ao acordo de exportação de grãos do Mar Negro por enquanto, já que um acordo relacionado aos interesses russos “não estava sendo implementado”.
O porta-voz do governo russo, Dmitry Peskov, disse a repórteres, no entanto, que o presidente Vladimir Putin deixou claro que o acordo poderia ser revivido se a parte do acordo que beneficiasse a Rússia fosse honrada.
O acordo, mediado pelas Nações Unidas e pela Turquia em julho passado, visava ajudar a prevenir uma crise global de alimentos, permitindo que os grãos bloqueados pelo conflito na Ucrânia fossem exportados com segurança.
Peskov disse também que seria importante para a Rússia discutir o fornecimento de grãos diretamente com os países africanos em uma cúpula Rússia-África marcada para o final desta semana.



G1 Mundo