PF realiza operação para combater fraudes bancárias eletrônicas


Ao todo, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nos estados de Rondônia, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul

Divulgação / Polícia FederalViatura da Polícia Federal
Operação é resultado da força-tarefa Tentáculos de repressão a fraudes bancárias eletrônicas

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta semana, a Operação Metaverso, para combater crimes relacionados a prática de fraude bancária eletrônica. De acordo com a corporação, a ação é resultado da força-tarefa Tentáculos de repressão a fraudes bancárias eletrônicas. O Núcleo de Repressão a Fraudes Bancárias da Divisão de Repressão a Crimes Cibernéticos da PF iniciou investigação para apurar fraudes cometidas por meio da internet, no valor de R$ 18,5 milhões em transferências bancárias para empresas e pessoas físicas com posterior compras de criptomoedas, inclusive por meio de corretoras de outros países, com objetivo de dificultar o rastreio das vantagens financeiras obtidas. Ao todo, 30 pessoas físicas e jurídicas foram identificadas pela PF com envolvimento na fraude. Assim, a 4ª Vara Criminal de Porto Velho, em Rondônia, após pedido da corporação, determinou o cumprimento de 11 mandados de busca e apreensão nos Estados de Rondônia, Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Segundo a polícia, os suspeitos vão responder por prática de furto qualificado mediante fraude, organização criminosa e lavagem de dinheiro, cujas penas somadas podem ultrapassar 20 anos de reclusão.





Jovem Pan