PF prende suspeito de abusar sexualmente de criança de 5 anos no Rio de Janeiro


Também foram encontrados conteúdos de pornografia infantil; caso aconteceu na cidade de Macaé, no norte do Estado, e vítima era filho de uma amiga do acusado

Polícia Federal/DivulgaçãoPolícia Federal
Homem foi preso em flagrante nesta quinta-feira, 9, quando a PF cumpria dois mandados de busca e apreensão

Um homem foi preso nesta quinta-feira, 9, pela Polícia Federal (PF) na cidade de Macaé, no Norte do Estado do Rio de Janeiro, acusado de abusar sexualmente de uma criança de 5 anos. O menino era filho de uma amiga do suspeito. A ação da PF intensificou a repressão a crimes de armazenamento e compartilhamento de material pornográfico infantil. Os agentes foram às ruas para cumprir dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal de Campo dos Goytacazes, cidade vizinha a Macaé. Um dos alvos foi preso em flagrante, com arquivos contendo cenas de abuso sexual infantil. Durante as investigações, a PF constatou que determinado cliente de um provedor de internet fazia download e compartilhava centenas de arquivos com conteúdo pornográfico infantil. Nas buscas, os policiais apreenderam computadores, aparelhos celulares e diversas mídias que serão analisadas e periciadas. O delegado da unidade de Macaé da PF, Nicola Cano, falou sobre o caso. “A operação faz parte de um plano maior que visa monitorar redes sociais e identificar indivíduos que estejam baixando imagens de pornografia infanto-juvenil. Foram cumpridos dois mandatos de busca. Em um deles, acabamos identificando material no celular e, em razão disso, foi preso em flagrante”, disse o delegado. Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, a pena é de 3 a 6 anos para quem armazenar e compartilhar cenas de pornografia infantil. O crime de pornografia infantil tem pena prevista de até 13 anos de reclusão.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga





Jovem Pan