Mulher é encontrada morta em Terra Yanomami perto de onde morreram garimpeiros


O corpo de uma mulher foi encontrado, com marcas de violência, em uma área da Terra Indígena Yanomami, em Roraima, próximo ao local onde os corpos de oito garimpeiros foram encontrados nesta semana.

A informação foi confirmada à CNN pela Polícia Federal de Roraima, que já retirou o corpo da mulher do local.

“Foi encontrado um corpo de uma mulher com sinais de violência sexual, morta, em princípio, por enforcamento, em local próximo onde os 8 garimpeiros foram achados nesta semana”, informou a PF.

Ainda não há, de acordo com a polícia, mais informações sobre o caso.

Marcada pela exploração ilegal do garimpo, e também cenário da crise sanitária descoberta no início do ano e que abateu adultos e crianças Yanomami, a reserva tem sido palco de episódios violentos nas últimas semanas.

No mais recentes deles, na semana passada, um ataque a tiros realizado por garimpeiros que atuam na região  matou um indígena e feriu outros dois, que tiveram que ser internados e passar por cirurgia em um hospital da capital, Boa Vista.

Um dia depois, o Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, que levou representantes para monitorar a região, confirmou também a morte de quatro garimpeiros.

Eles teriam reagido a uma incursão de agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

De acordo com o ministério, na ação, foi apreendido armamento de grosso calibre.

*Publicado por Juliana Elias



CNN Brasil