Ministério da Agricultura manda recolher alimentação animal de mais uma empresa


Até o momento, cinco empresas tiveram produtos recolhidos por suspeita de lotes contaminados com substância tóxica

Valter Campanato/Agência BrasilMinistério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) determinou o recolhimento de petiscos para cães de três empresas
Até o momento, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) determinou o recolhimento de petiscos para cães de cinco empresas

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) determinou o recolhimento de alimentos específicos, como bifinho, snacks e petiscos, além de produtos mastigáveis destinados a cães da marca Petitos Indústria e Comércio de Alimentos. De acordo com a pasta, a medida é um desdobramento das investigações realizadas sobre o caso de contaminação de produtos para alimentação animal com monoetilenoglicol, substância tóxica que matou cachorros em ao menos nove estados e no Distrito Federal. No último sábado, 17, o Mapa já havia determinado o recolhimento de petiscos para cães, pelo mesmo motivo, de três empresas: FVO Alimentos Ltda., Peppy Pet Indústria e Comércio de Alimentos para Animais e Upper Dog Comercial Ltda. Além delas, a empresa Bassar Indústria e Comércio Ltda também entrou para a lista durante o período. O Mapa informou que o recolhimento dos produtos ocorreu após detecção de lotes de propilenoglicol contaminados com monoetilenoglicol, adquiridos da empresa Tecno Clean.





Jovem Pan